COVA DA PIEDADE»» Conta por vitórias todos os jogos disputados

Domingo defronta o FC Setúbal no Municipal da Bela Vista…

EQUIPA ‘B’ JÁ ESTÁ APURADA PARA A SEGUNDA FASE DA TAÇA AF SETÚBAL

A equipa B do Cova da Piedade, que esta época vai disputar o Campeonato Distrital da 1.ª Divisão, depois de ter conquistado o título da divisão secundária na temporada anterior, é uma das quatro equipas que conta por vitórias todos os jogos na Taça AF Setúbal.

Numa altura em que faltam disputar apenas duas jornadas na fase de grupos, a equipa liderada por Ricardo Estrelado, segue, de forma repartida com o Banheirense, no primeiro lugar da Série C e tem já assegurada a sua presença na fase seguinte da competição, que será disputada com jogos a eliminar.


Na primeira jornada a equipa piedense deslocou-se ao Estádio do Bravo onde derrotou o Seixal (2-1) e na jornada seguinte levou a melhor sobre o Vasco da Gama de Sines (4-2) em jogo realizado no Monte de Caparica que causou alguma polémica em virtude da mudança do local do jogo sem aviso prévio ao clube de Sines que vinha preparado para jogar na relva natural mas teve que actuar em piso sintético, com nítido prejuízo para os jogadores que não traziam chuteiras adequadas.

Na terceira jornada havia uma deslocação à Trafaria que não se apresentava nada fácil devido essencialmente à rivalidade existente entre os dois emblemas que proporcionam sempre despiques curiosos. E este não fugiu à regra.

Depois de uma primeira parte que terminou sem golos o Cova da Piedade colocou-se em vantagem logo aos quatro minutos do segundo tempo, com um golo de Pedro Paz. O Trafaria reagiu, pouco tempo depois ficou em superioridade numérica, devido à expulsão de um adversário, e as coisas estavam a tornar-se complicadas para os piedenses.

Contudo, estes acabaram por dar a volta à situação com a obtenção de mais dois golos, ambos por Edgar Ferreira, no espaço de cinco minutos (70 e (75’) e tudo ficou praticamente decidido.


Jogadores na equipa B e nos Sub-23

Na equipa do Cova da Piedade era notória a presença de dois jogadores [André Pimenta e Pedro Paz] que no dia anterior haviam jogado pela equipa de Sub-23 contra a Académica.

Sobre isso Ricardo Estrelado esclareceu que “tem havido alguma tentativa por parte dos responsáveis em aproveitar os meios e, conforme o jogo, utilizar os jogadores. Ou seja, da mesma maneira que podem vir para baixo também podem ir para cima. É o que tem acontecido igualmente com o Afonso Alcario que, quando não é utilizado pelos Sub-23, tem vindo a jogar pela equipa B. Em relação ao Pedro Paz acontece o contrário, é jogador da equipa B mas como o Aparício o conhece do V. Setúbal pediu-me para o utilizar nos Sub-23, e assim tem acontecido algumas vezes”.


Share on Google Plus