II LIGA»» C. PIEDADE 3 U. MADEIRA 2


Dieguinho foi o carrasco da equipa madeirense…

COVA DA PIEDADE ATIROU U. MADEIRA PARA O CAMPEONATO DE PORTUGAL

  • O Cova da Piedade sentenciou hoje a despromoção dos insulares, com uma vitória por 3-2, na 38.ª e última jornada da II Liga.


O Cova da Piedade foi para o intervalo a ganhar por 2-0 com golos dos brasileiros Cleo (27 minutos, de penálti) e Willyan (42), mas o União anulou a desvantagem na segunda parte com um penálti executado por Betinho (68) e um tento de Júnior (80).

Dieguinho acabou por ser o 'carrasco' da equipa madeirense, que tinha um 'pé' na II Liga e acabou por escorregar para o Campeonato de Portugal quando o avançado piedense fez o terceiro golo em período de compensação (90+4), surgindo sozinho do lado esquerdo a rematar rasteiro, sem defesa possível para José Chastre.

Uma vitória que acabou por ‘atirar’ o União da Madeira para o Campeonato de Portugal da próxima época e salvar o Sporting de Braga B, que assim se mantém na II Liga.


Em confronto estiveram dois conjuntos com estado de espírito completamente distintos. O Cova da Piedade numa situação confortável a meio da tabela e com a manutenção garantida, e a turma madeirense desesperadamente a lutar pela fuga à despromoção.

O ‘marasmo’ terminou aos 26 minutos. Lance ofensivo da turma piedense, com o senegalês Pathé Ciss a cometer falta na área sobre Aylton Boa Morte. Na conversão da grande penalidade, o brasileiro Cleo abriu o marcador para o Cova da Piedade.

Com um estilo de jogo mais incisivo e vertical, a equipa do concelho de Almada fez o 2-0 pelo defesa central brasileiro Willyan, aos 42 minutos, a culminar um pontapé de canto marcado na direita por Robson.

Com uma vantagem de 2-0 ao intervalo, a formação anfitriã encarou a segunda parte sem qualquer pressão, insistindo nos ataques pelo flanco direito, onde o extremo Aylton Boa Morte ultrapassou sucessivamente o lateral esquerdo senegalês Sylla.

O União da Madeira subiu as linhas na etapa complementar, esforço que acabou por ser premiado com o empate (2-2). Até que Dieguinho deu a ‘machadada final’ nas esperanças madeirenses, ao fazer o terceiro e último tento da turma anfitriã da partida já em período de descontos.


FICHA DO JOGO

Jogo no Estádio Municipal José Martins Vieira, na Cova da Piedade
ÁRBITRO: Nuno Almeida (Algarve), auxiliado por António Godinho e Paulo Ramos; 4.º árbitro, Paulo Barradas

COVA DA PIEDADE: Pedro Alves; Adilson, Willyan, Daniel Almeida, Evaldo; Soares, Robson, Sori Mané (Liu, 84’), Aylton Boa Morte (Miguel Rosa, 76’), Chen (Pedro Carneiro, 53’); Cleo e Dieguinho.
Suplentes não utilizados: Romário, Soares, Ballack e Tiago Lima Pereira.  
Treinador: Bruno Ribeiro.

U. MADEIRA: Chastre; Tiago Moreira, Allef Nunes (Rodrigo Henrique, 61’), Miguel Lourenço, A. Sylla; Pathe Ciss, Danilo Dias (Tiago Almeida, 53’), Flávio Silva, André Carvalhas; Júnior S. e Betinho.
Suplentes não utilizados: Nduwarugira, Romaric, Nuno Lopes, Rave e Peterson.  
Treinador: Ricardo Chéu.

Ao intervalo: 2-0

Marcadores: 1-0, Cleo (27’) gp; 2-0, Willyan (42’); 2-1, Betinho (68’) gp; 2-2, Júnior (80’); 3-2, Dieguinho.

Acção disciplinar: Cartão amarelo para Willyan (67’), Lima Pereira (77’) no banco, Allef Nunes (25’), Betinho (68’).


Share on Google Plus