BANHEIRENSE»» Situação foi por agora ultrapassada - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

13 de dezembro de 2013

BANHEIRENSE»» Situação foi por agora ultrapassada

Clube já treinou esta 5.ª feira

Jogo com o Alcochetense é mesmo no Vale da Amoreira

A União Banheirense vai continuar a treinar e a jogar no Campo Municipal do Vale da Amoreira como inicialmente estava previsto e o jogo com o Alcochetense, que chegou a estar em causa, vai mesmo realizar-se naquele recinto desportivo.

A confirmação foi dada ao Jornal de Desporto pelo presidente do clube Paulo Dias. “A equipa já treinou esta quinta-feira e hoje realiza outro treino para poder preparar da melhor forma possível a recepção ao nosso adversário. Portanto, no domingo lá estaremos todos [equipa, associados e demais banheirenses] para recebermos o Alcochetense”, disse a propósito.

A situação foi por agora desbloqueada mas não ficou totalmente resolvida adiantou ao nosso jornal o presidente Paulo Dias que nos últimos dias tem andado numa autêntica roda-viva em reuniões com a Câmara Municipal da Moita e com a Junta de Freguesia.

A União Banheirense não tem pago porque esteve imenso tempo à espera de uma reunião solicitada à Câmara Municipal da Moita desde Julho para debater assuntos sobre o campo municipal e só há pouco tempo a mesma foi realizada”, explica Paulo Dias que só então ficou a saber as condições com que poderia contar e que consistem em pagar as taxas tal como fazem os outros clubes que utilizam aquele espaço desportivo situação com que a União Banheirense concorda.

O que a União Banheirense não concorda, é que o Desportivo de Portugal continue a explorar o bar nos seus jogos oficiais, que as verbas inerentes às taxas de ocupação do campo estejam a ser canalizadas para as despesas e dívidas do Desportivo de Portugal, porque há anos que o equipamento não tem manutenção nem conservação e que as facturas e recibos estejam em condições para entrar na nossa contabilidade. Já hoje com o coordenador da Comissão Administrativa do Desportivo de Portugal liquidámos o mês de Novembro e concordámos fazer um plano de pagamento dos meses de Setembro e Outubro, mas vamos estar atentos para que fim é o dinheiro que pagamos nas taxas de um equipamento que é municipal”, adiantou o presidente do Banheirense.

Espero que o episódio de terça-feira não se repita, porque se acontecer ou estamos a incomodar muita boa gente ou querem a todo o custo que acabemos com o futebol. Gostaria de aproveitar este pequeno momento para pedir desculpa aos meus atletas e técnicos [por este mau episódio] que gratuitamente elevam o nosso clube, a Baixa da Banheira e o Concelho da Moita, às autarquias por algumas palavras proferidas e que a resposta deste episódio seja uma vitória frente a uma grande e boa equipa que é o Alcochetense”, afirmou ainda Paulo Dias.

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here