INATEL»» Casa do Povo de Corroios 4 Casal do Sapo 0

Finalmente uma exibição segura

Casa do Povo marca presença na fase final pelo quinto ano consecutivo


A Casa do Povo de Corroios recebeu e venceu no Campo António Marques Pequeno o Casal do Sapo, por esclarecedores 4-0 [com 2-0 ao intervalo] garantindo assim a desejada presença na segunda fase da competição.

O jogo era uma autêntica final para ambas as equipas, separadas na tabela por escassos três pontos. Portanto, seria previsível uma partida dividida e com muita ansiedade à mistura.

Os locais entraram muito bem no jogo e logo aos 5 minutos Sílvio, com um forte remate com o esquerdo, inaugurou o placard, servindo esse golo para a equipa se tranquilizar, perder os seus "fantasmas" e construir uma vitória segura e clara. Mesmo assim, os visitantes responderam bem ao golo sofrido e tentaram reagir, ficando o jogo mais dividido, embora fosse clara a maior valia técnica da Casa do Povo. Aos 34', Kevin acorrendo pelo corredor esquerdo a uma bola defendida pelo guarda-redes contrário, após forte pontapé frontal de Fábio, surgiu o ansiado 2-0 que traduzia melhor a diferença entre as duas equipas.

No recomeço da partida, a Casa do Povo de Corroios voltou a entrar melhor e aos 48 minutos sentenciou a partida por intermédio de Kevin que, muito oportuno, acorreu à pequena área para fazer o terceiro golo do jogo e da sua equipa e o seu quinto golo da época, em cinco jogos. Aproveitando o empolgamento da equipa, o central Luís Duarte com forte cabeceamento após excelente centro de Miguel Leite, fez aos 53’ o 4-0. Depois vieram mais substituições e o "triste espectáculo" do árbitro João Borges, que entendeu começar a ser o protagonista do jogo, mostrando alguns amarelos a despropósito, punindo com faltas, jogadas limpas e deixando outras sem punição, chegando mesmo a anular um golo que daria o 5-0 [aos 60'], depois de ter indicado o centro do terreno, sem que o seu auxiliar lhe tivesse dado alguma indicação de infracção.

Vitória justa da melhor equipa, por números claros, que colocou um ponto final à ansiedade da equipa local, dado os maus resultados e as infelicidades anteriores.

No outro jogo do grupo, o Vale de Milhaços foi às Terras da Costa vencer por 4-1. Na tabela, a equipa de Vale de Milhaços lidera só com vitórias que lhe valeram até agora 21 pontos. Em segundo lugar está o Terras da Costa com 12 pontos e na terceira posição a Casa do Povo de Corroios com 7 pontos. No último lugar do grupo encontra-se o Casal Sapo com apenas um ponto que irá disputar a Taça do Reconhecimento, na fase seguinte da prova.

No domingo, dia 29 de Dezembro, joga-se a 8.ª e penúltima jornada, com os jogos Casa Povo Corroios - Terras Costa e Casal do Sapo - Vale de Milhaços.

As contas nos outros grupos

Nos outros grupos, e quando faltam disputar três jornadas, o Botafogo de Cabanas [no Grupo B] e o Forninho [no Grupo C], conseguiram juntar-se ao grupo de equipas já apuradas para a segunda fase, fazendo subir esse número para sete. Para que a lista fique completa faltam agora apurar as cinco restantes. O Grupo A está muito renhido, com a Juventude do Carvalhal a liderar com 13 pontos, seguida do Bairro Olival com 10 e da Aldeia dos Chãos e Ginásio Clube Sines, com 9 pontos. Destas quatro equipas, uma ficará de fora. No Grupo B, Valdera com 6 pontos e Curvas e Sport Clube Sado com 3 pontos, disputarão entre si a terceira vaga e no Grupo C, Samouquense com 5 pontos, Areias com 4 e Vasco Gama Lançada com 2 pontos, vão lutar também pelo apuramento.
Share on Google Plus