TAÇA DE PORTUGAL»» C. Piedade 2 Lusitano VRSA 1 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

28 de setembro de 2015

TAÇA DE PORTUGAL»» C. Piedade 2 Lusitano VRSA 1

Que gostoso foi este Caramelo…

MARCOU O GOLO DA VITÓRIA UM MINUTO DEPOIS DE TER ENTRADO EM CAMPO

O Cova da Piedade derrotou o Lusitano de Vial Real de Santo António por 2-1 e desta forma ficou apurado para disputar a terceira eliminatória da Taça de Portugal que vai englobar já as equipas da primeira liga que, tal como aconteceu agora com os clubes da segunda liga, actuam na condição de visitantes sempre que o adversário for de uma divisão inferior.

Quer isto dizer que com um bocadinho de sorte, no sorteio, pode vir a receber no seu estádio um clube da 1.ª Divisão que a acontecer seria fantástico para o clube sobretudo a nível financeiro.

De salientar também o facto do Cova da Piedade, juntamente com o Vitória de Setúbal que vai entrar agora, serem os únicos representantes do distrito na prova rainha do futebol nacional.

Esta partida com a equipa de Vila Real de Santo António, a segunda consecutiva no espaço de uma semana dado que no passado domingo as mesmas equipas se haviam defrontado no Algarve para o Campeonato, correu de feição aos piedense que foram superiores sobretudo na primeira parte.

Marco Bicho marcou aos 30 minutos o golo inaugural da partida que colocou a equipa piedense em vantagem perfeitamente justificável face à superioridade evidenciada. Apesar de mais algumas tentativas feitas para dilatar o marcador, este não funcionou mais até ao intervalo.

Na segunda parte a equipa algarvia entrou mais acutilante e acabou por chegar ao empate logo aos dois minutos por intermédio de Luís Firmino. O Cova da Piedade procurou reagir mas como as coisas não estavam a correr da forma desejada Sérgio Bóris tirou então o coelho da cartola [Diogo Caramelo] que viria a marcar o golo da vitória um minuto depois de ter entrado em campo, na primeira vez que tocou na bola.


A equipa algarvia não baixou os braços e continuou a lutar na tentativa de alterar o rumo dos acontecimentos mas a equipa piedense, que passado algum tempo ficou reduzida a 10 unidades por expulsão de Marco Bicho, arregaçou as mangas e acabou por levar a água ao seu moinho para satisfação dos seus adeptos que contestaram fortemente a arbitragem de Ricardo Baixinho sobretudo a partir da expulsão de Marco Bicho.



Post Bottom Ad

Responsive Ads Here