DESPORTIVO PORTUGAL»» Milheiro é júnior mas já joga nos seniores

Jogador gostava de jogar num patamar mais alto…

“FUI EVOLUINDO AO LONGO DA ÉPOCA E AOS POUCOS CONQUISTANDO O MEU LUGAR”

José Milheiro é um jovem ainda com idade de júnior mas já vai alinhando na equipa sénior, neste caso do Desportivo Portugal que terminou a primeira fase do Campeonato Distrital da 2.ª Divisão.

Vontade é coisa que não lhe falta e a promoção antecipada ao escalão sénior foi entendida como um momento de aprendizagem. O jogador revela também que quando entra em campo é sempre para fazer o melhor e não se mostra nada preocupado quando defronta jogadores mais maduros.

Na entrevista que concedeu ao nosso jornal, José Milheiro não esconde o desejo de um dia se poder vir a tornar jogador profissional mas nesta altura diz sentir-se bem no Desportivo Portugal, porque o grupo é fantástico.


Aprender estando perto de jogadores mais experientes

Apesar de teres ainda idade de júnior já vens jogando como sénior. Que significado tem isto para ti?
Ao início foi complicado ter abdicado do meu último ano de formação. Foi uma mudança significativa para mim, mas foi também muito bom. Sendo júnior e já estar a actuar pelos seniores tem um grande significado para mim, sinto que aprendo mais ao jogar perto dos jogadores experientes e ao vê-los actuar. Fui evoluindo ao longo da época e aos poucos fui conquistando o meu lugar nas opções do treinador.

Em campo sentes-te à vontade quando defrontas jogadores mais experientes ou tens maior cuidado para não errar?
Não tenho medo de errar, sejam mais ou menos experientes, são adversários. Quando entro dentro de campo isso passe-me ao lado, procuro sempre fazer o meu melhor, seja com que equipa for.


O sonho de ser profissional

Qual a tua ambição como jogador de futebol, jogar apenas para passar o tempo ou algo mais?
Eu amo o futebol, todos os jogadores já sonharam ou ainda sonham em chegar ao futebol profissional e eu não sou excepção, mas só uma percentagem muito pequena é que chega à elite. Neste momento quero é disfrutar e evoluir. Reconheço as minhas qualidades e as minhas limitações, tenho o objectivo de chegar a um patamar mais alto do que estou agora.
Como te sentes no Desportivo Portugal?

Sinto-me muito bem, o grupo é fantástico, desde o inicio que me receberam de braços abertos. Eu não queria individualizar ninguém mas terei de fazê-lo. Em primeiro lugar, queria agradecer a confiança que o Director Desportivo, Sr. Paiva, depositou em mim, foi muito importante para mim. De seguida gostava de agradecer à equipa técnica pelas oportunidades que me deram. Por fim mas não menos importante, não poderia deixar de agradecer aos meus colegas José Pedro e José Silva por tudo o que já fizeram por mim, obrigado por tudo.


“Os objectivos propostos foram alcançados”

Que análise fazes do comportamento da equipa no Campeonato Distrital da 2.ª Divisão?
Sendo jovem e ambicioso gostava de ter terminado numa posição mais alta na tabela classificativa, mas tenho de respeitar os objectivos propostos à equipa que foram alcançados. Portanto, a análise é positiva.

Queres acrescentar mais alguma coisa ao que já foi dito?
Sim, para acabar tenho de agradecer muito as minhas influências, sejam os jogadores do futebol Mundial, seja à minha família e amigos. Não poderei deixar de realçar todo o trabalho que o Sr. José Pina tem feito por todos nós, os praticantes do futebol distrital, obrigado.



Share on Google Plus