ALCOCHETENSE»» Aposta na continuidade

Clube regressa ao trabalho no dia 4 de Agosto…

DJÃO, CUNHA E MILTON COLOCAM PONTO FINAL NA CARREIRA

O Alcochetense, que venceu a Taça AF Setúbal e se classificou em terceiro lugar no Campeonato Distrital da 1.ª Divisão, vai começar a trabalhar com vista à nova época desportiva no dia 4 de Agosto.


De acordo com o director desportivo, João Felicíssimo, os alcochetanos vão fazer uma aposta na continuidade, tanto em termos técnicos como a nível de jogadores.


Não há muitas novidades porque vamos ficar com grande parte do plantel da época passada. A estrutura técnica mantém-se e os objectivos são idênticos aos da época anterior, lutar pela subida de divisão, voltar a ganhar a taça distrital e fazer boa figura na Taça de Portugal”.

Em relação ao plantel da época anterior o plantel viu sair três jogadores: Peter [o seu melhor marcador] que foi para o Oriental, Ricardo Dâmaso que se transferiu para o C. Piedade e Alexandre Serafim que foi para o Moura.


Para além destes, há ainda que salientar mais três baixas de jogadores importantes que resolveram colocar um ponto final na sua carreira desportiva, Djão, Cunha e Milton.

Luís Cunha, defesa, 32 anos, representou o clube nas últimas quatro épocas, depois de ter representado o 1.º Maio Sarilhense durante oito anos e o Clube Desportivo do Montijo nos dois anos anteriores.



Milton, médio-defensivo, 31 anos, começou a jogar futebol no Arrentela, passou pelo Amora, representou o Alcochetense na época de 2009/2010, na temporada seguinte ingressou no C. Piedade, depois esteve dois anos no Desp. Fabril, voltou ao C. Piedade e na última época esteve de novo ao serviço do Alcochetense.



Djão, filho do antigo avançado do Belenenses com o mesmo nome, nasceu em Oeiras, tem 33 anos, era capitão de equipa e estava no Alcochetense há quatro anos. Antes representou o Desp. Fabril, Pescadores, Real, Odivelas, Casa Pia, Vendas Novas e Loures. 

Em nome do Alcochetense, quero manifestar publicamente a todos eles o nosso agradecimento pela forma briosa e digna como representaram o clube”.

Para colmatar estas baixas no plantel, que deverá ficar com 25 jogadores, já fizemos três contratações [um guarda-redes, um central e um avançado] e promovemos dos juniores três jogadores mas os nomes ficam para depois porque a estes devem juntar-se ainda mais dois ou três que estão a ser objecto de análise”, adiantou João Felicíssimo.  

Share on Google Plus