COSTA DE CAPARICA»» Vai ter brevemente uma SAD

Diogo Luís, presidente dos Pescadores:

“CRESCER DE FORMA SUSTENTADA É O GRANDE OBJECTIVO DO CLUBE”

O Grupo Desportivo Pescadores da Costa de Caparica está a preparar o futuro de forma cautelosa para evitar sobressaltos como aqueles que aconteceram num passado ainda recente e que a actual direcção está a tentar resolver.

Previstas estão algumas mudanças em termos estruturais que passam pela criação de uma SAD que terá a seu cargo toda a responsabilidade sobre a equipa sénior e sobre a equipa júnior, ficando o clube com o futebol de formação.

Diogo Luís, presidente do clube, na conversa que teve connosco não se adiantou muito em pormenores, porque no seu entender neste momento não há muito para dizer.

“SAD deverá ser uma realidade até ao final de 2015”

“Esperamos ter tudo resolvido e que a SAD seja de facto uma realidade até ao final de 2015. As coisas estão a caminhar nesse sentido e é esse também o nosso desejo”.

O líder dos Pescadores da Costa de Caparica considera que este é um passo muito importante para o futuro do clube que ambiciona alcançar outros patamares, a curto prazo.

“Como presidente do clube não me posso pronunciar em nome da SAD. Mas é evidente que depois da sua constituição o clube vai ter outros objectivos porque permite a resolução de várias situações [que vêm de trás, de outras direcções] e que, até agora, não têm sido possíveis resolver”.



“O dinheiro não abunda e os patrocinadores são poucos”

E, prosseguindo Diogo Luís acrescentou: “Na época passada, em termos desportivos foi possível subir à 1.ª Divisão Distrital e a nível de infra-estruturas procedemos a alguns melhoramentos, nomeadamente a nível da iluminação do nosso campo de futebol. Quer isto dizer que os principais objectivos foram conseguidos mas com dificuldade porque tivemos problemas de tesouraria. O dinheiro não abunda e os patrocinadores são poucos, como acontece aliás em todos os outros clubes, nós não somos diferentes. Com a criação da SAD as coisas vão ser diferentes”.

“SAD fica com o futebol sénior e júnior
e o clube com toda a formação”

O presidente caparicano esclareceu que “a SAD ficará responsável pelo futebol sénior e júnior e o clube ficará com todo o futebol de formação. Isto vai permitir que se faça uma aposta grande em todo o futebol juvenil porque ficamos com condições para isso. E, também, apostar noutras modalidades. Neste momento já temos o futebol de praia que está a disputar o Campeonato Nacional mas queremos mais para tornar o clube mais ecléctico. No fundo, o objectivo passa por fazer crescer o clube a nível global de forma sustentada”.


“Sei que a nova época está em andamento
mas nada mais posso adiantar”

Sobre a equipa de futebol sénior que esta época vai disputar o Campeonato Distrital da 1.ª Divisão, o presidente do clube nada disse visto estar fora do âmbito das suas funções. 

“Sei que a nova época está em andamento mas nada mais posso adiantar porque como já disse não posso falar em nome da SAD. Tudo será certamente divulgado por quem de direito, na altura própria. De qualquer modo, como adepto tenho a esperança de que a equipa possa vir a lutar pela subida de divisão ou pelo menos lutar pelos primeiros lugares. Na época passada tínhamos uma boa equipa que se sagrou campeã distrital sem derrotas [na segunda volta]. Portanto, com mais alguns reforços poderá eventualmente ter algumas ambições”.  

“Vamos fazer uma aposta forte na formação”

E, a finalizar, Diogo Luís referiu: “com o futebol sénior e os juniores entregues à SAD ficarei com mais tempo para as camadas mais jovens que este ano em termos de objectivos e ambições queremos consolidar. Na época passada tivemos um título e na próxima vamos ter duas equipas em cada escalão, dos juvenis para baixo. Portanto, vamos fazer uma aposta forte na formação”.



Share on Google Plus