CHARNECA DE CAPARICA»» Domingo há “Taça” na Cova da Piedade - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

31 de agosto de 2017

CHARNECA DE CAPARICA»» Domingo há “Taça” na Cova da Piedade

José Manuel Almeida, o novo treinador da equipa…

“O NOSSO OBJECTIVO PASSA POR GANHAR O JOGO E PASSAR À ELIMINATÓRIA SEGUINTE”


O Estádio Municipal José Martins Vieira, na Cova da Piedade, foi o palco escolhido para a realização do Charneca de Caparica – Operário (Açores), jogo relativo à 1.ª eliminatória da Taça de Portugal que se disputa no próximo domingo, dia 3 de Setembro, às 17 horas.

O sorteio não foi famoso para a equipa da Charneca porque vai ter que medir forças com um adversário de um escalão superior [Campeonato de Portugal], que se encontra numa fase muito mais adiantada de preparação e já em competição.

O favoritismo está do lado do adversário mas nós queremos vencer"

A equipa açoriana parte para este encontro como favorita mas, como toda a gente sabe, no futebol não há vencedores antecipados. Daí, que as esperanças também estejam do lado da equipa charnequense que tudo irá fazer para seguir em frente na competição.

“O nosso objectivo passa por ganhar o jogo e passar à eliminatória seguinte. Temos consciência de que vamos ter um jogo muito difícil porque se trata de um adversário que disputa um campeonato superior ao nosso. Já o observámos e sabemos a qualidade que tem mas também acreditamos no valor da nossa equipa que, apesar de jovem, tem muita qualidade. Como é sabido a equipa levou uma grande transformação com a entrada e saída de muitos jogadores mas o nosso principal objectivo é vencer o jogo, sabendo que o favoritismo está do lado do adversário”, disse o treinador da equipa José Manuel Almeida, de 49 anos, que vai fazer a sua estreia oficial pelo clube.

Nestes jogos a eliminar, o factor casa funciona muitas vezes como 12.º jogador pelo apoio e pelo calor humano que os adeptos transmitem para dentro do relvado. Esta é também a ideia partilhada pelo técnico que está de facto a contar com a preciosa ajuda da sua “claque”.


O apoio dos sócios e simpatizantes vai ser determinante"

“O apoio dos sócios e simpatizantes vai ser determinante como tem sido noutras ocasiões porquê têm de facto muita força e dão uma motivação extra aos jogadores”, referiu José Manuel Almeida. 


“Estou num clube muito organizado que tem pessoas competente à frente”

Depois de uma passagem pelo Belenenses, onde conquistou o título de campeão nacional da II Liga como adjunto de Mitchel Van der Gaag, e pelo Cova da Piedade, onde, como adjunto de Sérgio Bóris, conquistou também o título nacional no CNS, José Manuel Almeida que também já havia passado pelo Beira Mar de Almada e Almada Atlético Clube, está de regresso ao futebol distrital.

“Este meu regresso ao futebol distrital está a ser positivo, estou a gostar porque o clube é muito organizado e tem pessoas competente à frente. Encaro esta aposta como muito positiva porque vou aprender um pouco mais com as pessoas com quem estou a trabalhar e ao mesmo tempo transmitir os meus conhecimentos. Temos uma grande ambição e muita vontade de vencer. E, para além disso, estou também muito feliz com o grupo de trabalho e tenho grande confiança no plantel”, referiu o treinador que falou também sobre os objectivos do clube para esta nova época desportiva.

 

“Na Taça AF Setúbal o primeiro objectivo é vencer o grupo”

Em relação à Taça AF Setúbal, “sabemos que é uma competição a eliminar, apesar de na 1.ª fase ser uma espécie de campeonato a uma só volta. O objectivo passa por vencer o grupo e depois pensar jogo a jogo. Foi este o objectivo que o grupo definiu: pensar jogo a jogo, sempre com o pensamento na vitória”.


“Campeonato vai ser o mais competitivo dos últimos 10 anos”

Sobre o campeonato, “temos a consciência que esta época vai ser talvez a mais competitiva dos últimos 10 anos porque tem a presença do Fabril e Barreirense que desceram do Campeonato de Portugal e do Amora, que também já se assumiu como candidato. Tudo indica que o campeonato vai ser discutido por estes três porque têm capacidade para isso e investiram para tal. Depois existem outras equipas como o Grandolense, o V. Gama [que se tem reforçado bem], o U. Santiago e todas as outras que também merecem o nosso respeito. Portanto, vai ser um campeonato muito competitivo. Nós vamos fazer o nosso melhor para dignificar o emblema que representamos e lutar jogo a jogo pela vitória”. 

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here