União Banheirense»» Ter um campo de futebol é a grande ambição - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

21 de agosto de 2017

União Banheirense»» Ter um campo de futebol é a grande ambição

Presidente do clube nas comemorações do 31.º aniversário…

“NESTA ALTURA, NÃO HÁ CONDIÇÕES PARA DINAMIZAR OS ESCALÕES DE FUTEBOL DE FORMAÇÃO”


A União Cultural e Desportiva Banheirense assinalou a passagem do seu 31.º aniversário com uma sessão solene realizada na passada sexta-feira, 18 de Agosto, no pavilhão desportivo multiusos.

O evento, que reuniu cerca de uma centena de pessoas, entre representantes das autarquias locais (Câmara Municipal da Moita e União de Freguesias de Vale da Amoreira e Baixa da Banheira), entidades privadas, dirigentes e associados do clube, foi vivido com forte entusiasmo e serviu para que a presidente da Direcção, Helena Mira, apelasse para uma necessidade premente.

“A União Banheirense corre o risco de deixar de ter a prática do futebol, caso não venha a ser concretizada obra de implementação do campo de futebol no terreno do clube”.

A preocupação da presidente do clube é argumentada com o facto de estar a utilizar o relvado do Municipal do Vale da Amoreia, “um recinto que está sobrelotado” pela utilização dos vários clubes do concelho que ali desenvolvem os treinos regulares e a prática competitiva.

“Precisamos de ver concretizado um projecto que já tem o aval das entidades públicas, mas que carece de apoios financeiros para que se torne na realidade que todos ambicionamos”, declarou a dirigente da União Banheirense, que está há ano e meio à frente dos destinos do clube.

Helena Mira afirmou que “só com o novo campo é que o clube pode olhar com optimismo para o futuro do futebol. Não temos condições, nesta altura, para dinamizar os escalões de futebol de formação e isso é um entrave para que os seniores possam ser reforçados com atletas da casa”.


Presidente da AF Setúbal reforçou apelo

Francisco Cardoso não hesitou, na sua intervenção, em manifestar solidariedade institucional para com a presidente do clube.

“A formação de atletas é um factor fundamental para que os clubes se possam afirmar. A União Banheirense não foge a essa regra e, nesse sentido, a necessidade de ver concretizado o projecto da infra-estrutura assume uma importância decisiva”, destacou o presidente da Direcção da AF Setúbal.

“Esta ambição deverá, portanto, merecer uma especial atenção por parte das entidades locais, a quem reconhecemos o esforço na intervenção em prol da actividade desportiva, de forma a contribuir institucionalmente para a solução deste problema”, referiu Francisco Cardoso, desejando à União Banheirense votos de sucesso na concretização dos objectivos.

O emblema sedeado no concelho da Moita, fundado a 18 de Agosto de 1986, conta actualmente com cerca de 1200 associados.

AFS

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here