FUTEBOL»» FPF transmite decisões da UEFA - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

1 de abril de 2020

FUTEBOL»» FPF transmite decisões da UEFA

I Liga tem que ficar decidida até final de Julho

FUTEBOL DE FORMAÇÃO, FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL E FUTEBOL PROFISSIONAL SÃO REALIDADES DISTINTAS

Em reunião realizada esta tarde, a FPF partilhou as conclusões que resultaram do ‘meeting’ da UEFA com os secretários gerais/CEO das 55 federações nacionais.
Os jogos das Selecções Nacionais A que estavam marcados para Junho, jogos de preparação e do playoff do Europeu, foram cancelados de forma a aliviar o calendário para os campeonatos nacionais.
Com o mesmo objectivo, foi adiado o Campeonato da Europa de sub-21, que deveria disputar-se em Maio de 2021, para data a agendar em 2022.
Outras medidas tomadas pela UEFA foram referidas aos presidentes dos clubes, nomeadamente o adiamento do Euro Feminino para 2022, bem como os Europeus de sub-19 masculino e sub-17 feminino, provas que dão acesso aos Mundiais.
Além do cancelamento dos Europeus de sub-17 masculino e sub-19 feminino, os presidentes foram informados de que os clubes que estão a competir na Youth League serão consultados sobre o destino da edição desta época, podendo a mesma ser cancelada caso a maioria vote nesse sentido.
Os presidentes dos clubes foram também esclarecidos que a UEFA considera que o futebol de formação, o futebol não profissional e o futebol profissional são realidades distintas e por isso admitem soluções diferentes.
O encontro com os presidentes dos clubes das ligas profissionais vem no seguimento de uma série de contactos que o presidente da FPF tem promovido durante este período de emergência nacional.
I Liga decidida até final de Julho


Entretanto, Portugal, e todos os países situados entre a primeira e a 15.ª posição no ranking (somos sexto), têm de apresentar à UEFA até ao dia 3 de Agosto os nomes dos clubes que na próxima temporada vão disputar as competições europeias.

Assim, as nossas ligas profissionais têm de ser terminadas até finais de Julho, partindo do princípio de que estarão reunidas condições para tudo ficar decidido no campo.

Se isso não acontecer, cada federação e liga de cada país terá de encontrar outra solução para determinar os seus representantes europeus até à data definida pela UEFA; essa é, porém, uma discussão para mais tarde.

Os países abaixo do 15.º lugar no ranking têm de apresentar os nomes dos seus clubes europeus para 2021/2022 até 20 de Julho, o que, naturalmente, obriga a que também esses campeonatos encerrem mais cedo.

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here