1.ª DIVISÃO AF SETÚBAL»» AMORA 2 CHARNECA 0



Charneca de Caparica contesta arbitragem…

AMORA REGRESSOU ÀS VITÓRIAS MAS A TAREFA NÃO FOI NADA FÁCIL

O Amora venceu o Charneca de Caparica por 2-0 em jogo realizado no Estádio da Medideira a contar para a 22.ª jornada do Campeonato Distrital da 1.ª Divisão mantendo assim os seis pontos de vantagem que tinha em relação ao segundo classificado.

O jogo não foi primoroso em termos de qualidade técnica mas foi disputado sempre com muito empenho por parte dos jogadores de ambas as equipas.

O Amora acabou por sair vencedor porque conseguiu concretizar por duas vezes mas há que salientar também a excelente réplica dada pelo Charneca de Caparica que no final se mostrou bastante descontente com o trabalho realizado pela equipa de arbitragem.


Lacão com um remate cruzado efectuado do lado direito do seu ataque para o poste mais longe da baliza do Charneca abriu o activo aos sete minutos e quase de seguida Joca falhou por pouco a hipótese de aumentar a vantagem. O Amora era uma equipa dominadora e, por força das circunstâncias, o Charneca praticamente não conseguia sair do seu meio campo, situação que perdurou até cerca dos 20 minutos.


Cinco minutos depois o Charneca consegue finalmente dar um ar da sua graça em duas situações de bola parada, começa a ganhar mais confiança, exerce alguma pressão junto à baliza de Madureira e acaba mesmo por introduzir a bola na baliza mas o lance é anulado [pelo árbitro assistente] por deslocação assinalada a Litos que apareceu na zona do segundo poste. De referir que, antes disso, já o Charneca havia reclamado uma grande penalidade num remate de Miranda que terá sido desviado pelo braço de um jogador do Amora, na área, tendo o árbitro assinalado pontapé de canto. Na sequência destas incidências o delegado ao jogo do Charneca, António Espinha, é expulso.

Na segunda parte o Charneca surge a jogar mais com a bola no pé e procurou assumir as despesas do jogo com o Amora um pouco na expectativa. O jogo ia-se desenrolando sem grandes situações de apuro para os guarda-redes mas aos 60 minutos uma falha de Miranda deixou a bola nos pés de Maside que foi derrubado por Litos mesmo junto à linha limite da grande área [dentro ou fora eis a questão] com o árbitro a assinalar grande penalidade que Bruninho desperdiçou atirando ao lado.

O resultado continuava em aberto mas aos 65 minutos tudo ficou decidido com o segundo golo do Amora marcado por Bruninho, após desentendimento por falta de comunicação entre Silveira e Litos.

Na próxima jornada o Amora desloca-se a Cacilhas para defrontar o Beira Mar de Almada e o Charneca de Caparica recebe o Banheirense.


A OPINIÃO DOS TREINADORES...




Share on Google Plus