COSTA DE CAPARICA»» Treinador analisa derrota com o Charneca - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

4 de dezembro de 2019

COSTA DE CAPARICA»» Treinador analisa derrota com o Charneca

Nuno Ferreira diz que a equipa está a atravessar uma fase menos boa…

"HÁ DERROTAS QUE TÊM UM PESO MAIOR DO QUE OUTRAS E ESTA FOI SEM DÚVIDA, BASTANTE PESADA”


"Há derrotas que têm um peso maior do que outras e esta, sem dúvida, que foi bastante pesada. Não pelas dificuldades que encontrámos no jogo (que foram muitas), mas, acima de tudo, por considerarmos que em nada fomos inferiores ao nosso adversário. No entanto, o Charneca foi mais feliz do que nós e sem dúvida que aproveito este espaço para lhes dar os parabéns.

Entrámos para o jogo com um ligeiro ascendente, mas rapidamente o Charneca adaptou bem o seu jogo e cresceu, tornando-se mais forte do que nós e conseguindo chegar ao golo à passagem do 24.º minuto com todo o mérito. 

Não vergámos e voltámos a querer pegar o jogo. Mostra disso mesmo foram dois golos anulados (penso que bem, mas de onde estou posicionado não o posso assegurar) até perto dos 40 minutos. Deixo o louvor ao meu colega adversário que, inteligentemente, fez uma substituição aos 35’, numa fase em que o jogo ia ficando mais “quente”. Um atleta do Charneca viu o primeiro cartão aquando do golo marcado e depois de três lances onde poderia, eventualmente, ter visto o segundo cartão e quando o jogo se tornava mais agressivo, essa substituição veio pôr calma em todos os presentes, principalmente aos meus jogadores, tal não eram as investidas em protesto com o árbitro. Íamos chegando à baliza do Charneca com relativo perigo e conseguimos mesmo concretizar um lance fantástico com uma finalização ao mesmo nível. Chegávamos ao intervalo com um empate que considero justo, devido a alguma supremacia que ia surgindo de parte a parte.



À entrada para a segunda parte fizemos uma alteração que acreditámos ser favorável para a nossa organização. Conseguimos iniciar a segunda parte da forma como havíamos finalizado a primeira e chegámos ao golo num canto inexistente, com uma boa finalização ao segundo poste. O Charneca foi equilibrando o jogo e chegaria também ao golo, através de um livre, também ele sem motivo para falta. Registávamos um empate aos 64 minutos e a partir desse momento o Charneca assumiu a liderança inequívoca do jogo. Ficaram mais fortes no último terço e nós íamos sendo algo perdulários quando chegávamos à sua baliza. Viríamos a sofrer o golo que materializava a derrota aos 83 minutos e foi claramente um desabar enorme sobre as nossas ambições. Ainda procurámos chegar ao golo que desse o empate, mas acabou por ser o Charneca a fechar o resultado em 2x4, numa fase em que nos encontrávamos super balançados na frente.

A próxima jornada prevê-se bastante difícil, mas tudo faremos para ir a Sesimbra disputar este dérbi de terra de pescadores, com o maior respeito e maior ambição possível. Atravessamos uma fase menos boa, não apenas em termos de resultados, mas também a nível exibicional. Queremos inverter este momento prontamente."

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here