U. SANTIAGO»» Álvaro Mendes e a onda negativa de resultados - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

5 de dezembro de 2019

U. SANTIAGO»» Álvaro Mendes e a onda negativa de resultados



Treinador acredita que a equipa vai dar a volta à situação…

“VOU TER QUE INJECTAR MORAL NOS JOGADORES E ESPERAR QUE TENHAMOS A FELICIDADE QUE ALGUNS ADVERSÁRIOS TÊM TIDO CONTRA NÓS”




O U. Santiago tem apenas uma vitória no campeonato, obtida no jogo que disputou em casa com o Alcochetense, tudo o resto tem sido empates (2) e derrotas (5), a última delas sofrida no último domingo no dérbi com o Vasco da Gama de Sines.

A opinião é unânime, a equipa joga bem, pratica bom futebol mas a sorte, alguns erros de arbitragem e um ou outro deslize em zonas cruciais, não têm permitido fazer melhor e, em consequência deste conjunto de factores a equipa caiu de forma surpreendente no último lugar da tabela classificativa, juntamente com o FC Setúbal.

Neste momento de reflexão, o nosso jornal falou com o treinador Álvaro Mendes que fez uma breve análise sobre a situação da equipa e sobre a onda negativa de resultados de resultados…


A derrota com o Vasco da Gama

O dérbi do passado domingo não correu bem ao U. Santiago…
Foi um bom espectáculo do futebol e um jogo bem disputado com muita gente na bancada, só foi pena que o relvado se apresentasse algo pesado devido à chuva. Não foi um grande jogo em termos técnicos mas foi agradável para quem assistiu porque teve quase tudo o que um dérbi deve ter, emoção, golos e as bancadas cheias.
Não entrámos muito bem no jogo e acabámos por marcar contra a corrente do jogo mas a partir daí passámos a controlar o jogo e nunca me passou pela cabeça ir para o intervalo com um empate mas infelizmente numa situação criada por nós permitimos que o Vasco da Gama marcasse.

Na segunda parte o jogo estava equilibrado mas num lance em que a nossa defesa não esteve bem o Vasco da Gama colocou-se em vantagem. Daí para a frente só deu Santiago, fizemos meia hora de pressão constante e criámos 5 ou 6 oportunidades que foram desperdiçadas, algumas de forma incrível. Os jogadores lutaram e tentaram mas infelizmente não conseguiram evitar a derrota, devido talvez a alguma ansiedade que nestas ocasiões tira sempre algum discernimento no momento da decisão.

A equipa não tem sido feliz

Os resultados positivos teimam em não surgir…
É verdade, o U. Santiago tem jogado bem mas não tem sido feliz. Na semana passada esteve a ganhar por 2-0 em Sesimbra e perdeu, com o V. Gama também esteve a ganhar e voltou a perder. Temos que dar a volta a isto e isso só se consegue com muito trabalho, não há outra forma de dar a volta à situação. Não vamos atirar a toalha ao chão porque a equipa tem valor, como tem demonstrado em todos os jogos, só que há situações que não conseguimos controlar e outras em que nada corre bem. Neste jogo o Vasco da Gama foi feliz mas temos que lhe dar os parabéns, porque ganhou.


Ansiedade e juventude

Depois da jornada do último fim-de-semana o U. Santiago caiu de forma inesperada no último lugar da tabela classificativa. Como analisa a situação?

É um facto e isso é injusto. Como treinador é a primeira vez que passo por isto, mas vamos ter que dar a volta à situação. Não me vou desculpar com nada mas na verdade sentimos alguma dificuldade em termos de plantel porque há muitos jogadores que trabalham por turnos e não podem dar o seu contributo normal à equipa. Vou ter que injectar moral nos jogadores e esperar que um dia destes tenhamos a felicidade que alguns adversários têm tido nos jogos que têm disputado contra nós.
Nestes dois últimos jogos teoricamente tínhamos os jogos controlados, de repente demos tiros nos pés e cometemos erros individuais que foram fatais. Isto tem acontecido com alguma frequência, fruto talvez da muita juventude que impera no plantel.
Não temos ninguém atrás de nós, é verdade, mas vamos ter que olhar em frente porque há muitas equipas relativamente perto. A situação é desagradável sem dúvida e alguma coisa tem que ser feita mas estou convicto que com trabalho, dedicação e empenho de todos, vamos conseguir dar a volta.

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here