2.ª DIVISÃO AF SETÚBAL»» Monte de Caparica 2 Vitória FC 4 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

segunda-feira, 28 de junho de 2021

2.ª DIVISÃO AF SETÚBAL»» Monte de Caparica 2 Vitória FC 4

 


Ruben Nicolau inaugurou o marcador aos oito minutos...


 

VITÓRIA FUTEBOL CLUBE É CAMPEÃO DISTRITAL

 



O Monte de Caparica foi um adversário incómodo e atirou duas bolas à barra mas os setubalenses acabaram por ser mais eficazes e conquistaram o troféu.

 


 


O Vitória Futebol Clube venceu o Monte de Caparica por 4-2, na final disputada no Campo Vale da Abelha, em Paio Pires, conquistando assim o título de Campeão Distrital da 2.ª Divisão.


Os setubalenses concluíram a época desportiva de 2020/2021 de forma brilhante comprovando a sua qualidade nesta partida, contra um adversário que também estava invicto.




O jogo começou com as duas equipas a tentarem explanar o seu futebol e, numa altura em que pouco ainda haviam feito, o Vitória abriu o activo por intermédio de Ruben Nicolau que se escapou pela esquerda e com um remate cruzado atirou a contar.


O Monte de Caparica procurou reagir mas somente aos 27 minutos criou algum perigo num lance de bola parada, seguiram-se duas situações claras desperdiçadas por Alex Dâmaso (30’ e 33’) e pouco depois (34’) um grande golo de Dino que ganhou a bola na zona do meio campo, deu duas passadas e, tirando partido de um ligeiro adiantamento do guarda-redes Alisson, colocou a bola no fundo da baliza com um remate a mais de 40 metros, empatando o jogo, só que, ainda antes do intervalo (38’), Rafael Cabrita voltou a colocar o Vitória na frente do marcador na recarga a uma bola atirada à barra por Rodrigo Cunha.




Logo no início da segunda parte (48’), na sequência de um pontapé de canto batido ao primeiro poste, surgiu o terceiro golo da equipa orientada por Paulo Martins, ficando dúvidas sobre o seu marcador.


O Monte de Caparica reagiu fazendo três substituição de uma só vez e, aos 62 minutos, Tiago Pereira atirou à barra para logo a seguir Rafael Cândido fazer o segundo golo das azuis e brancos que, inconformados, iam insistindo no ataque à procura do empate que só não aconteceu porque o ferro da baliza vitoriana devolveu mais um remate de Rafael Cândido.




O jogo estava dividido e numa das suas saídas para o ataque a equipa sadina ganhou um livre à entrada da área do qual resultou o quarto golo com um remate muito bem colocado de Eric Sousa que não deu qualquer hipótese a Miguel Santos, guarda-redes do Monte de Caparica.


No final os vitorianos receberam a taça e festejaram o título em pleno relvado onde também permaneceu o adversário demonstrando assim o seu fair-play.  

loading...

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here