ZAMBUJALENSE»» Esteve para não participar no campeonato após a retoma - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

sábado, 26 de junho de 2021

ZAMBUJALENSE»» Esteve para não participar no campeonato após a retoma

 


Álvaro Mendes faz balanço da época desportiva…


 

“APESAR DOS PROBLEMAS QUE SURGIRAM FIZEMOS UM EXCELENTE CAMPEONATO”

 


Treinador foi convidado para continuar mas ainda não deu resposta porque tem em mãos uma boa proposta de um clube da 1.ª Divisão Distrital.


 

Álvaro Mendes, treinador do Zambujalense, aceitou o convite para fazer o balanço da sua equipa no Campeonato Distrital da 2.ª Divisão e ficámos a saber que o clube esteve para não participar na retoma por se sentir prejudicado pela lei das inscrições. O treinador recorda também que ao longo do campeonato ficou impedido de utilizar um grande número de jogadores por lesão mas ainda assim, considera que a equipa fez um excelente campeonato.

 

Em relação à próxima época, Álvaro Mendes adianta que foi convidado para continuar no Zambujalense mas fez também saber que tem em mãos uma proposta muito boa de um clube da 1.ª Divisão. Nos próximos dias será tomada a decisão.  


 

“Estivemos para não participar neste reinício de campeonato. Isso foi discutido durante muito tempo porque nos sentimos altamente prejudicados com a alteração da lei de inscrição de jogadores. Inicialmente foi-nos dito que poderíamos inscrever jogadores oriundos de equipas que não estavam em competição. Nós, tínhamos dois jogadores do Sesimbra que estavam connosco desde Janeiro que não foram inscritos porque o campeonato parou. Na retoma do campeonato fizemos as inscrições mas para nosso espanto, uma semana antes de começar, as inscrições foram mandadas para trás porque ao contrário do que tinha sido dito, só podíamos inscrever jogadores de equipas que tinham desistido. Pelos vistos, a lei foi alterada à última da hora, mas que nós fomos claramente prejudicadas é um facto”, disse Álvaro Mendes que sofreu também outro revés.

 


“Para agravar a situação tivemos dois jogadores que foram para a Elite do futebol de praia (João Cabral e Mantorras), estando um deles (João Cabral) na selecção nacional, onde já foi utilizado e a quem aproveito para dar os parabéns. Para além disso tivemos também a infelicidade de ter três lesões graves, o Luís Mantorras ainda voltou a jogar mas o Canana e o Mafra, não. Depois, o nosso maior reforço, o Teixeirinha (ex-Alfarim) que também se lesionou com gravidade após ter sido massacrado em dois jogos, lesionou-se no joelho, foi operado, e não deu mais o seu concurso à equipa. Se fizermos as contas verificamos que ficámos sem 7 ou 8 jogadores que tinham fortes possibilidades de serem titulares. Mas, mesmo assim, creio que fizemos um excelente campeonato. Tivemos dois momentos menos bons no Monte de Caparica e agora na Trafaria, mas aí cerca de 60 a 70% da responsabilidade teve a ver com factores externos ao jogo que nos fizeram perder a cabeça, sofrendo uma goleada”.

 

Na opinião de Álvaro Mendes, “o campeonato teve alguns erros de arbitragem porque os árbitros também não vieram em grande forma após a retoma. Quanto ao resto, tanto um grupo como o outro tinham equipas de qualidade e houve jogos muito competitivos. No nosso caso poderíamos ter feito mais um ou outro ponto, mas também fomos vítimas de alguns erros de arbitragem. Os jogadores deram tudo o que tinham e estão de parabéns. Não tenho dúvidas nenhumas que, se conseguir manter este grupo e com os jogadores recuperados, o Zambujalense para o ano será certamente um fum forte candidato à subida de divisão”.


 


O treinador do Zambujalense aproveitou também para dar os “parabéns ao Monte de Caparica e ao Trafaria pela subida de divisão e pedir desculpa por algum comportamento menos bom que tive, especialmente no último jogo, mas como nós não somos de ferro, por vezes exageramos. Contudo, porque o futebol não é uma guerra quando os jogos acabam, tudo fica bem. Agora vamos de férias, espero que quando for altura de regressar o Covid já se tenha ido embora”.

 

Em relação à próxima época e ao seu futuro como treinador, Álvaro Mendes disse que “o Zambujalense já manifestou interesse na minha continuidade, só tenho que agradecer ao presidente que tem tido um comportamento sensacional comigo, mas a verdade é que tenho uma proposta muito boa de um clube da 1.ª Divisão. Até ao final do mês devo tomar a decisão mas se porventura essa hipótese não se consumar provavelmente continuarei no Zambujalense onde fui muito bem tratado e o projecto para o ano é deveras ambicioso”.

 



loading...

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here