ÁGUAS DE MOURA»» Clube ainda não esqueceu o que se passou na época passada - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

30 de março de 2020

ÁGUAS DE MOURA»» Clube ainda não esqueceu o que se passou na época passada

Depois desta crise de saúde pública vamos enfrentar uma crise económica...

“A AF SETÚBAL NÃO TEM COMPETÊNCIA LEGITIMADA PELOS CLUBES PARA DECIDIR SOZINHA”

Clube propõe a realização de uma assembleia geral extraordinária e defende a anulação dos campeonatos, desde que a Associação venha a financiar a nova época desportiva.



Em entrevista ao nosso jornal, Sérgio Porfírio presidente da direcção do Clube Desportivo e Recreativo Águas de Moura fala das consequências da pandemia e dos efeitos que está a causar no clube e também sobre a questão dos campeonatos distritais de futebol sénior.

A situação causada pela Covid-19 está a causar grande preocupação entre todos nós. Como está o Águas de Moura o momento actual?
Estamos a assistir a um ataque à nossa capacidade de sobrevivência enquanto seres humanos, provocado por um inimigo invisível. Não é demais relembrar que as primeiras estimativas apontavam para um contágio de 75% da população mundial com efeitos nefastos em termos de óbitos. Após debelarmos esta crise de saúde pública vamos enfrentar uma crise económica muito forte, que irá colocar em causa o nosso modo de vida actual, bem como até os valores solidários da própria União Europeia, na qual estamos inseridos. Posto isto, é com grande preocupação e apreensão que a direcção do Aguas de Moura está a viver esta crise inesperada e sem precedentes nos tempos modernos.

O clube está a sentir os efeitos desta paragem obrigatória?
Em termos desportivos esta paragem forçada faz desmoronar toda a montanha que até aqui tínhamos subido, mas perante o cenário que estamos a viver, tudo perde a sua importância. O que nos move agora é podermos ajudar o melhor possível a ultrapassar e vencer este inimigo público que é o Covid-19. Para tal devemos seguir as recomendações das autoridades de saúde pública.

A FPF decidiu dar a época por terminada nos escalões de formação. Concorda com esta decisão?
Pensamos que a medida da Federação Portuguesa de Futebol foi adequada dado a situação actual.


Se fossemos egotistas dizíamos: merecemos ser campeões e consequentemente a subida de divisão


E se esta medida for também aplicada pela AF Setúbal nas competições seniores?
Se fossemos egotistas dizíamos: "Bom, já jogamos mais de metade da época, só por uma jornada é que estivemos em segundo lugar de resto estivemos sempre em primeiro lugar, sem qualquer derrota, com o melhor ataque e melhor defesa. Por tudo isto merecemos ser campeões e consequentemente a subida de divisão". Mas também os outros clubes têm a legítima ambição de serem campeões. Ora, estamos numa situação muito complicada de decidir.

Então qual será a melhor solução?
Pensamos que, face a toda esta situação extraordinária a Associação de Futebol de Setúbal não tem competência, legitimada pelos clubes, para decidir sozinha. Na nossa opinião, terá de haver uma assembleia geral extraordinária onde se possa decidir o caminho a seguir. O Águas de Moura já sentiu na pele decisões com base em decisões contraditórias suportadas em regulamentos dúbios e obsoletos. Como já referimos depois de debelarmos esta crise de saúde pública vamos enfrentar uma muito grave crise económica e como sabemos se já era difícil os clubes suportarem os custos de uma época desportiva por falta de apoios e patrocínios, então no futuro próximo ainda vai ser mais difícil como será fácil de perceber. Basta ver as dívidas dos clubes à AF Setúbal que estão reflectidas no relatório de contas. Neste particular queríamos descansar os sócios do Águas de Moura dado que não estamos na lista de devedores, dado que para nos podermos inscrever no campeonato foi-nos exigido ter a conta a zero e mesmo a inscrição de jogadores tivemos de pagar a pronto. Assim, caso haja Assembleia Geral Extraordinária, conforme preconizamos, iremos defender a anulação dos campeonatos distritais de seniores desde que a AF Setúbal venha a terreno financiar a nova época desportiva. É uma situação que nos parece viável, pois há bem pouco tempo aprovámos o relatório de contas da Associação que tem uma situação financeira capaz de suportar uma nova época. Para que esta situação aconteça basta os clubes se mobilizarem e votarem favoravelmente.


Apesar de sermos um clube de aldeia defenderemos sempre os nossos interesses. 


Tem havido alguma movimentação por parte dos clubes no sentido de encontrarem uma solução para o caso?
Até à data ainda ninguém abordou o Águas de Moura para se discutir esta matéria. O contrário até seria de estranhar, pois temos causado muito desconforto por defendermos as nossas posições. Apesar de sermos um clube de aldeia pequena iremos sempre defender os nossos interesses e contribuir positivamente para a evolução do desporto.

Neste momento difícil para todos nós, quer deixar alguma mensagem?
A palavra que queremos deixar nesta hora de tanta incerteza e angústia é de esperança. Pois, na história da humanidade já foram debeladas várias pandemias. Temos de acreditar que vamos vencer mais esta. Uma palavra de esperança aos investigadores para rapidamente nos presentearem com a vacina que todos ansiamos. Uma palavra de gratidão e apoio para todos aqueles que estão na frente da batalha a salvar os seus concidadãos, colocando em risco a sua própria vida. Vamos vencer mais esta batalha e desejamos um regresso mais fortes, mais educados, mais solidários como seres humanos. Tudo de bom.

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here