INATEL – Árbitro falta ao jogo em Sines

GC SINES 5 CP CORROIOS 1

Tarde desinspirada dita goleada imprevista 

Trio de arbitragem faltou e o jogo teve que começar mais tarde porque houve necessidade de repescar entre a assistência uma nova equipa.

 Foi incompreensível a falta da equipa de arbitragem, num dia em que apenas se realizava este jogo, no âmbito da Inatel.

Os clubes não foram avisados nem tiveram qualquer referência telefónica para, em tempo real, pedirem esclarecimentos sobre a situação. Facto que revela o mau nível de organização por parte da Fundação INATEL.

Valeu que o árbitro escolhido fez um trabalho muito meritório, sem qualquer influência no resultado, o que aliado à correcção de todos os jogadores e agentes desportivos envolvidos, ajudou a minimizar os "custos" que a desagradável situação provocou.

 Os locais entraram no jogo a todo o gás, e quando aos três minutos abriram o marcador, já tinham perdido uma ocasião de golo. Apesar do rompante inicial do adversário, a Casa do Povo de Corroios recompôs-se e tentou equilibrar a partida mas nunca chegou a pôr em prática o seu futebol. Quando parecia que o jogo iria para o descanso com a diferença mínima, aos 40' de livre directo e dois minutos depois de penalty, o resultado pulou para 3-0, resultado que se registava ao intervalo.

 No segundo período, a CPC reagiu de forma digna e logo nos minutos iniciais enviou uma bola à barra. O lance trouxe alguma motivação à mas o guarda-redes da casa fez um punhado de boas defesas que impediu o encurtar de distâncias por parte dos visitantes, que viriam a sofrer o 4-0 aos 59' e os 5-0 aos 70', numa altura em que jogavam apenas com três defesas com o intuito de pôr mais homens na frente, com o objectivo de fazer golos. Depois de nova bola no ferro da baliza local e de outra grande oportunidade que o guardião local negou, lá conseguiu finalmente marcar o tento de honra, por João Raimundo aos 80'+3, num chapéu inteligente e certeiro.

Pela Casa do Povo de Corroios alinharam os seguintes jogadores: Bruno Infante; Ernest (Rómulo), Damas (cap), Davidson (Rui Ribeiro), Odair (Luís Duarte); Rúben e Casimiro; Cláudio (Euclides), Ju, João Raimundo e André Rodrigues.

Marcha do marcador: 1-0 aos 3'; 2-0 aos 40'; 3-0 aos 40'+2 (gp); 4-0 aos 59'; 5-0 aos 70'; 5-1 aos 80'+3 por João Raimundo.

Disciplina: Cartão amarelo para Rúben, Cláudio e Rui Ribeiro.

 No próximo domingo, 24 de Fevereiro, a Casa do Povo de Corroios recebe o Terras da Costa, no campo António Marques Pequeno, às 15 horas.
Share on Google Plus