JUNIORES»» Benfica 2 Sporting 0

Terminou a fase final sem derrotas…

BENFICA VENCE SPORTING MAS DEIXA ESCAPAR TÍTULO PARA O FC PORTO

O Benfica levou a melhor sobre o Sporting no clássico disputado no Seixal relativo à última jornada do Campeonato Nacional de Juniores mas a vitória não teve o sabor desejado porque o FC Porto derrotou o Braga e acabou por conquistar o título.

Com o objectivo de resolver cedo a questão, as águias entraram deliberadamente ao ataque e logo após o apito inicial, no seu primeiro lance ofensivo, colocaram em perigo a baliza leonina. O domínio era encarnado mas numa das suas saídas para o ataque Bernardo Sousa testou a capacidade de Celton Biai, que defendeu para canto o remate do seu adversário.


Embalado no ataque, o Benfica voltou a criar perigo por duas vezes, em ambas as situações por Umaro Embaló que aos 11 minutos permitiu a defesa de Anthony Cruz e depois (15’) atirou sobre a barra quando surgiu sozinho em excelente posição para marcar. E, como não há duas sem três, à terceira foi mesmo de vez, Tiago Araújo cruzou da esquerda e Umaro Embaló encostou para o golo inaugural, marcado aos 26 minutos.

O Sporting tentava reagir mas revelava-se pouco agressivo nas suas acções ofensivas e isso beneficiava a equipa orientada por Luís Nascimento que ia forçando o andamento na procura de mais golos, que acabaram por não surgir até ao intervalo.

Os leões, que mexeram na equipa ao intervalo, foram os primeiros a criar perigo na segunda parte com um remate de Bernardo Sousa (49’) que seria defendido por Celton Biai, com a sua perna direita. Na resposta o Benfica também esteve perto do golo, Tiago Dantas rematou, a bola bateu nas pernas de um jogador quase sobre a linha de baliza e embateu no poste.

Sempre por cima no jogo, as águias acabaram por ampliar o marcador aos 58 minutos com um golo de belo efeito marcado por Ronaldo Camará, após assistência de Tiago Dantas, na sequência de uma excelente jogada colectiva em que interveio também Gonçalo Ramos.


TREINADORES:

Luís Nascimento (Benfica): “Esta foi se calhar a vitória mais amarga que tivemos porque conseguimos um bom resultado mas foi insuficiente para aquilo que pretendíamos. Fomos a única equipa sem derrotas, terminámos com mais vitórias e fomos melhores em tudo menos no número de pontos. No nosso íntimo ficámos com algum sabor a injustiça mas há que dar os parabéns ao FC Porto”.  

José Lima (Sporting): “O jogo foi equilibrado mas o Benfica foi para o intervalo a ganhar porque aproveitou um erro nosso. Na 2.ª parte tentámos chegar ao golo, tivemos uma excelente oportunidade para fazer o empate, não conseguimos e logo a seguir sofremos o segundo, a partir daí pouco mais havia a fazer. Esta não foi uma época positiva porque não conseguimos atingir os objectivos”.


FICHA DO JOGO

Jogo no Caixa Futebol Campus, no Seixal
ÀRBITRO: Luís Reforço (Setúbal), auxiliado por Luís Vaz e Paulo Santos

BENFICA: Celton Biai; Tomás Tavares, Pedro Álvaro, Gonçalo Loureiro, Nuno Tavares; Francisco Saldanha, Ronaldo Camará (Ricardo Matos, 77’), Tiago Dantas; Umaro Embaló, Tiago Araújo (Kevin Csoboth, 58’)  e Vasco Paciência (Gonçalo Ramos, 52’).
Treinador: Luís Nascimento

SPORTING: Anthony Walker; Bernardo Prego (Evertton Santos, 81’), João Goulart, Gonçalo Inácio, Echedey Verde; Bavikson Biai (Edmilson Santos, 45’), Dean Lico, Bernardo Sousa; Diogo Brás, Loide Augusto e Tiago Rodrigues.   
Treinador: José Lima

Ao intervalo: 1-0

Marcadores: 1-0, Umaro Embaló (26’); 2-0, Ronaldo Camará (58’).

Disciplina: cartão amarelo a Ronaldo Camará (16’), Umaro Embaló (71’), Francisco Saldanha (90+2’).

Share on Google Plus