FUTEBOL FEMININO»» Em final decidida apenas no prolongamento - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

15 de maio de 2019

FUTEBOL FEMININO»» Em final decidida apenas no prolongamento


 
Jovens sadinas levantam troféu pela segunda vez consecutiva…

ESCOLINHA DE SETÚBAL CONQUISTA TAÇA DISTRITAL JUVENIL


A equipa da Escola de Futebol Feminino de Setúbal conquistou a Taça Distrital Juvenil, em futebol feminino, na variante de 7, depois de vencer o Futebol Clube Barreirense, após prolongamento, por 3-2, na final disputada no Juncal desportos, na Moita.

Com este triunfo as jovens sadinas reeditam a conquista da época anterior, que marcou a estreia da prova no seio das competições associativas e o Barreirense disputou a sua primeira final no ano em que arrancou com o futebol feminino.

Perante uma assistência razoável as equipas foram evoluindo de forma bastante satisfatória, demonstrando muita vontade e alguma qualidade no futebol praticado mas nenhuma delas se conseguiu sobrepor à outra no tempo regulamentar que terminou com o resultado de 1-1.


No prolongamento as jovens setubalenses foram mais eficazes marcando mais duas vezes contra uma do Barreirense e sagrou-se vencedora da competição que funcionou como uma boa jornada de propaganda da modalidade.

A final foi presenciada pelo presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Frederico Rosa, pelos líderes directivos dos emblemas finalistas, Sandra Luzia (Escola FF Setúbal) e João Fernandes (FC Barreirense) e do clube anfitrião, João Soeiro, presidente do União Futebol Clube Moitense.
   
A Direcção da AF Setúbal esteve representada pelo presidente Francisco Cardoso (que entregou o troféu à equipa vencedora) e pelos vice-presidentes Carlos Carmelo e João Aires.

José Manuel Esteves, presidente do Conselho de Arbitragem e João Pedro Valente, seleccionador distrital de futebol também marcaram presença no jogo e participaram na cerimónia da entrega de medalhas.


“Há duas épocas tínhamos que disputar o campeonato em Lisboa”

Para o treinador da equipa, Pedro Vieira, “a vitória deste ano, que foi a segunda consecutiva, para nós, em termos de equipa e como impulsionadores do futebol feminino no distrito de Setúbal, foi muito bom porque se nota um grande crescimento da modalidade”.

A propósito, o treinador sadino, recorda que há duas épocas atrás a “escolinha” tinha que disputar o campeonato deste escalão em Lisboa porque em Setúbal não havia mais equipas. O ano passado houve duas e esta época com o crescimento da modalidade foram cinco equipas que disputaram a competição. Espera-se que na próxima temporada possam aparecer ainda mais equipas, tanto na taça como no campeonato, pois só assim o futebol feminino pode evoluir”. 


Post Bottom Ad

Responsive Ads Here