BANHEIRENSE»» Os objectivos estão bem definidos

Ricardo Pardal, treinador da equipa…

“ESTA VITÓRIA TRAZ O MESMO QUE TROUXERAM AS DERROTAS ANTERIORES”

Depois de três derrotas consecutivas, sem qualquer golo marcado, o Banheirense venceu o Alcacerense, por 4-1. Neste sentido, o ‘Setubalense – Diário da Região’ procurou o treinador Ricardo Pardal para falar da vitória, das cinco substituições feitas de uma só vez na jornada anterior e do campeonato que se aproxima. 


- Que significado teve esta vitória para o grupo de trabalho?
A taça tem servido única e exclusivamente para conhecermos os jogadores, as suas características e implementar métodos de treino. Este plantel foi formado basicamente por jogadores que vieram às captações, alguns ex-juniores e outros que estavam parados. Portanto, apesar das pessoas quererem que as coisas aconteçam do dia para a noite, o futebol não funciona assim. Temos um longo caminho a percorrer e os objectivos estão bem definidos, criar bases e uma metodologia de trabalho que possa dar os seus frutos no futuro, sem pressões, sem passos maior que as pernas. É óbvio que é sempre melhor vencer, mas sabemos o caminho a seguir, e não vamos deixar que os resultados imediatos se sobreponham a um projecto a 3 anos. Esta vitória traz o mesmo que trouxeram as derrotas anteriores, a responsabilidade de tentarmos ser melhores a cada semana que passa e dignificar a instituição que representamos.


- Na jornada anterior fez cinco substituições de uma só vez ao intervalo. Porquê?
As cinco substituições ao intervalo foram por dois motivos. Primeiro porque não tinha mais jogadores disponíveis e depois porque é muito duro fazer uma longa viagem para não jogar. A intenção foi dar oportunidade a todos. A propósito, aproveito para lançar um repto à AFS para que, pelo menos na taça, coloquem em cima da mesa a possibilidade de podermos efectuar sete alterações. Era uma forma de todos terem minutos.

- A equipa está preparada para o campeonato, que se aproxima?
A questão de estarmos preparados ou não é muito subjectiva. Estamos preparados para dar o nosso melhor em todos os jogos. Temos um plantel curto e muito jovem mas com margem de evolução, esperamos evoluir ao longo da competição e ir ganhando o respeito dos nossos adversários e de algumas entidades do distrito porque estamos a pagar a factura do que aconteceu na época passada, em que o clube inscreveu 40 jogadores e ficou praticamente sem nenhum. Respeitamos toda a gente e também gostaríamos de ser respeitados. Desejo um bom campeonato a todos os intervenientes, clubes, dirigentes, treinadores, jogadores e equipas de arbitragem.

Share on Google Plus