COSTA DE CAPARICA»» Nuno Ferreira e a derrota com o O. Dragon - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

27 de novembro de 2019

COSTA DE CAPARICA»» Nuno Ferreira e a derrota com o O. Dragon


Equipa tem que reagir rapidamente…

“SOFREMOS 3 GOLOS DE RAJADA NO ESPAÇO DE 11 MINUTOS, PARECIA UM FILME DE TERROR”



"A vitória do Oriental Dragon é inquestionável, mas apesar dos números dilatados, não posso assumir que tenhamos facilitado o trabalho do nosso adversário.

Fomos uma equipa organizada durante toda a primeira parte, procurámos fazer o nosso jogo e considero que na primeira parte houve um bom equilíbrio entre ambas as equipas. O Oriental Dragon chega ao primeiro golo, num lance de bola parada, precedido de falta, na minha opinião, sobre um dos nossos defesas, mas isso não invalida o facto de termos sido nós a abordar o lance da forma como não deveríamos ter feito, assumindo, claramente, as culpas, independentemente de ser falta ou não. Não nos podemos agarrar a acções de outros, quando nós não realizamos as nossas como sabemos. Desse modo, chegávamos ao intervalo em desvantagem.



Na segunda parte entrámos novamente tranquilos. No entanto, à passagem, sensivelmente, do minuto 53 iniciámos um “filme de terror” onde sofremos 3 golos de rajada, no espaço de 11 minutos. Três golos onde somos totalmente culpados. O mérito do adversário em chegar ao golo torna-se subjectivo perante a nossa fragilidade na abordagem aos lances. Assim, à entrada para o último terço do tempo de jogo, já pouco havia a mudar na história do jogo. O Oriental pouco procurou aumentar a vantagem, optando por gerir, e bem, o jogo, estando naturalmente confortável com o resultado atingido. Quanto a nós, fomos procurando chegar ao golo inglório, que acabou por não surgir.

Neste momento, teremos que reagir rapidamente e procurar alterar o que foi feito menos bem e seguirmos focados em conquistar os três pontos na próxima jornada na nossa casa, onde contamos com 4 vitórias, 1 empate e 0 derrotas até ao momento. Tem sido o nosso “forte” e assim continuaremos a querer que seja.

No que diz respeito à arbitragem, foi uma tarde tranquila, sem motivos para discórdia de parte a parte. Um vencedor justo, um derrotado digno e uma equipa de arbitragem sem grandes momentos de sobressalto".

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here