U. SANTIAGO»» Presidente do clube pede verdade desportiva - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

25 de novembro de 2019

U. SANTIAGO»» Presidente do clube pede verdade desportiva


Luís Raposo fala em perseguição aos clubes da região…

ARBITRAGENS POLÉMICAS, PREJUDICAM CLUBES ALENTEJANOS


“Meus Senhores....Basta!!

A inoperância e erros dos próprios jogadores, técnicos e equipa no seu conjunto, é um dos indicadores do insucesso desportivo dos clubes.

Mas também não deixa de ser verdade, que os erros constantes, a prepotência, a falta de experiência e a pouca formação humana de uma grande maioria dos árbitros que militam nos campeonatos distritais de Setúbal, têm sido preponderantes e castradores do sucesso desportivo das equipas do Litoral Alentejano, que influência a verdade desportiva dos nossos campeonatos.

Não é apanágio o União SC falar de arbitragens, porque sabemos das dificuldades que existem em conseguir novos árbitros e a classe deve merecer o devido respeito, mas o que está a acontecer desde o inicio da competição com os clubes do sul de Setúbal, começa a ultrapassar os limites da razoabilidade e da admissibilidade do ERRAR.


A constante dualidade de critérios de juízo, a exacerbada aplicação de sanções disciplinares injustificáveis e o desrespeito e a falta de formação humana e comunicativa que os árbitros têm tido nos jogos para com jogadores e elementos do banco, tem sido motor de intimidação, instabilidade e até de forma inconsciente à incitação à violência dentro e fora das quatro linhas.

Os erros começam a ser muitos e notórios de uma certa perseguição inexplicável (ou não...) aos clubes da região alentejana, neste caso em particular ao União SC, onde a verdade desportiva tem sido deturpada por indivíduos que têm outras aspirações que não a verdade desportiva.

O União SC, clube amador, apenas pede isenção, verdade desportiva e respeito por quem se dedica de forma desinteressada e incondicional ao clube e ao futebol”.


Post Bottom Ad

Responsive Ads Here