GRANDOLENSE»» Presidente Filipe Gomes, em entrevista - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

21 de novembro de 2019

GRANDOLENSE»» Presidente Filipe Gomes, em entrevista

 
Dirigente diz que estão longe de tudo e de todos…

“É NECESSÁRIA UMA UNIÃO ENTRE TODOS OS CLUBES DO LITORAL ALENTEJANO”


Temos sido fortemente penalizados pelas arbitragens. Em 11 jogos oficiais (incluindo a taça da AFS) tivemos 9 expulsões, três delas no último domingo. O árbitro conseguiu desorientar toda a gente e nós tivemos que superar isso e, os dois penaltis que foram marcadas contra nós. Já pedimos uma reunião com carácter de urgência aos presidentes da AFS e do Conselho de Arbitragem”, refere o presidente do clube.


O Grandolense tem uma nova direcção e uma equipa de futebol sénior bastante remodelada em relação à época anterior mas as coisas estão a correr bem e neste momento segue juntamente com o Comércio Indústria em terceiro lugar na tabela classificativa a apenas um ponto de distância da primeira posição.

Em entrevista ao nosso jornal, o presidente da direcção, Filipe Gomes, demonstra ambição e optimismo em relação ao futuro, afirmando que o clube está hoje muito mais forte do que estava há alguns meses atrás mas é da opinião que é necessária uma união entre todos os clubes do Litoral Alentejano, porque estão muito longe de tudo e de todos. Regra geral, os clubes mais a sul sentem mais dificuldades, a todos os níveis.


“Estamos satisfeitos mas queremos mais”

Está satisfeito com o trabalho realizado até agora? 
Esta nova direcção tomou posse a 15 de Julho de 2019. Esta tardia tomada de posse foi sem dúvida um constrangimento ao nível da construção do plantel sénior, pois nesta altura a maioria dos planteis já estão fechados. Felizmente para nós, e após estas dificuldades, conseguimos acertar nas contratações que fizemos. Temos um plantel constituído na sua maioria por gente jovem, mas com qualidade, aliado à experiência de jogadores chave que já faziam parte do nosso clube. Todos, sem excepção, têm contribuído para o sucesso desta equipa. Até ao momento, a equipa tem conseguido aliar um bom futebol com resultados desportivos.
Penso que esta direcção está, aos poucos, a ir ao encontro dos objectivos a que se propôs. Por tudo o referido, só posso estar satisfeito com o trabalho realizado até à data, mas queremos mais!

A equipa está bem colocada na tabela classificativa e ainda se encontra invencível. Era isto que esperava? 
Todas as direcções esperam sempre o melhor das suas equipas, mas nem sempre é possível. No nosso caso, e apesar das dificuldades já enumeradas, temos consciência que temos um plantel recheado de qualidade, mas algo curto. A posição que ocupamos nesta altura corresponde não só ao nível do trabalho desenvolvido pelo plantel e equipa técnica, mas também ao nível de apoio que esta direcção tem dado a todos eles. Se falar com algum dos nossos atletas da equipa sénior, irá perceber isso ainda melhor.
A classificação da equipa sénior corresponde à qualidade de jogo que apresenta domingo após domingo, nos jogos em casa e fora. Para mantermos este nível de desempenho é preciso continuarmo-nos a preparar durante a semana para lutar em cada jogo pelos 3 pontos. Os primeiros jogos deste campeonato têm-nos mostrado equipas com qualidade, excelentes jogadores e treinadores. É uma prova muito exigente e competitiva, mas estamos cá para o que der e vier.


“Temos sido fortemente penalizados pelas arbitragens”

No passado domingo obteve mais uma vitória mas perdeu três jogadores que foram expulsos. O que é que se passou de transcendente? 
O que se passou de transcendente foi o desempenho da equipa, que em condições muito difíceis, venceu uma excelente equipa do Palmelense. O jogo do passado domingo foi o reflexo, mas de uma forma mais acentuada, do que se tem passado nos nossos últimos jogos, quer a nível exibicional da equipa, quer a nível de arbitragens. Temos sido fortemente penalizados pelas arbitragens. Em 11 jogos oficiais (incluindo a taça da AFS) tivemos 9 expulsões. Acha isto normal numa equipa que na sua maioria é constituída por miúdos? Neste jogo então, foi incrível. Um jogo cordial de ambas as equipas, mas que foi transformado em algo inexplicável. O árbitro deste jogo conseguiu desorientar toda a gente, jogadores, técnicos e directores. Por outro lado, a nossa equipa conseguiu superar todas estas adversidades, através de uma exibição segura, superou não só a expulsão de 3 jogadores mas também os 2 penaltis assinalados contra nós. Um dos nossos jogadores, o João Jesus (Karadas) tem sido fortemente penalizado, que culpa tem ele de medir mais de 1,90m e pesar cerca 90Kg? Em campo ele tem um espírito lutador e de entrega em todos os lances, mas parece que isso é, para alguns, sinal de agressividade. No entanto, acreditamos que existem bons árbitros neste campeonato, muitos ainda jovens, e que também precisam de tempo e suporte para evoluir.
Depois destes últimos acontecimentos, a direcção decidiu por unanimidade pedir uma reunião de carácter urgente com o Sr. Presidente da AFS e com o Sr. Presidente do Conselho de Arbitragem.


“Somos um clube forte e organizado”

Há algo mais que queira referir?
Sim, quero que todos saibam que pretendo que o Clube Recreativo ‘O Grandolense’ seja um clube diferente do que tem sido no passado, e isto passa não só por mudar as nossas mentalidades, mas, sobretudo, mudar a visão que os outros têm sobre nós, associados, conterrâneos, adversários, árbitros, Associação, etc. 
Continuamos, à semelhança das anteriores direcções, a honrar os nossos compromissos para com atletas, técnicos e patrocinadores.
Somos um clube que em pouco mais de 3 meses tem angariado vários colaboradores em diferentes áreas. Posso garantir aos nossos sócios e simpatizantes que nesta altura somos um clube mais forte e organizado do que o eramos há alguns meses atrás.
Temos vindo a crescer, dia após dia, e assim queremos continuar.
Somos da opinião de que é necessária uma união entre todos os clubes do Litoral Alentejano, pois estamos muito longe de tudo e de todos, regra geral, os clubes mais a sul sentem mais dificuldades, a todos os níveis. Deixo uma palavra de agradecimento a todos os que trabalham diariamente em prol do Grandolense, sobretudo na área do futebol, que são cada vez mais. Termino com uma frase que representa a mística que pretendemos para o clube: “Grandolense Somos Nós”.


Post Bottom Ad

Responsive Ads Here