ZAMBUJALENSE»» David Canilho continua como treinador - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

quarta-feira, 24 de junho de 2020

ZAMBUJALENSE»» David Canilho continua como treinador

Clube está esperançado na realização de uma boa temporada…

 

FAZER MELHOR QUE NA ÉPOCA PASSADA É O PRINCIPAL OBJECTIVO

 

Equipa técnica para a época 2020 /2021

O Zambujalense, que terminou a época de 2019 /2020 em oitavo lugar, já começou a preparar a sua participação no Campeonato Distrital da 2.ª Divisão. 

 

O primeiro passo a ser dado pela direcção do clube foi no sentido de garantir a continuidade do treinador David Canilho, devido aos bons resultados obtidos nos jogos que dirigiu.

 

Seguiu-se depois o trabalho de bastidores com vista à formação do plantel e nesta altura já está praticamente tudo definido.

 

David Canilho, que na nova época vai ter como adjuntos Filipe Dinis (ex-Fabril) e João Guerra (ex-Seixal) e como treinador de guarda-redes António Semblante, aceitou o desafio que lhe fizemos e deixou as suas perspectivas sobre a nova temporada.

 

Na próxima época vai continuar como treinador do Zambujalense, é para dar continuidade ao bom trabalho que foi interrompido pela pandemia?

Sim, está consumada a renovação! Após a interrupção que motivou o fim dos campeonatos, o presidente convidou-me para continuar nesta nova época à frente da equipa. E, perante a humildade, vontade e ambição que me foi passada, pelas pessoas que compõe a estrutura do clube, decidi aceitar e agarrar este desafio para 2020/2021.

 


Qual o balanço da primeira experiência como treinador principal de uma equipa sénior?

Em termos de tempo foi muito curta (risos). Mas no que respeita ao trabalho, penso que estávamos numa fase em que a equipa, entendendo já a minha forma de trabalhar e as minhas ideias, estava a conseguir pô-las em prática e era interessante vê-la jogar. Os resultados foram de facto bons, nos três jogos em que estive à frente da equipa conseguimos duas vitórias em campos difíceis (Monte Caparica e ADQC) e um empate amargo em casa frente ao Alcacerense num jogo em que fomos superiores mas a bola teimou em não entrar na baliza do adversário.  

 

 


Para a nova época já foram traçados os objectivos? 

Os objectivos para esta nova época não diferem muito das outras temporadas. Iremos treinar bem durante a semana para tornar a equipa o mais focada possível e no fim-de-semana sermos competitivos no máximo para retirar do jogo todos os pontos possíveis e jogo a jogo ir amealhando pontos para fazer sempre melhor que na época anterior onde acabamos em 8.º lugar.

 

Na equipa técnica há elementos novos?

Sim, existem algumas entradas. Quando cheguei ao clube, em Fevereiro, havia apenas um adjunto que estava desde início de época e um treinador de guarda-redes, a quem aproveito para agradecer a ajuda e o empenho durante o mês e meio que trabalhámos juntos. Para esta nova época entendi que necessitava de ter pessoas da minha confiança e de qualidade no trabalho. Nesse sentido, convidei o Filipe Dinis que estava na formação do Desportivo Fabril mas esteve muitos anos na formação do Amora onde foi também meu adjunto e convidei igualmente o João Guerra que estava na formação do Seixal 1925 e que conheço há alguns anos e tem muita vontade de aprender e gosto pelo futebol. Por fim, pela paixão que tem pela posição de guarda-redes e pelo seu empenho e dedicação, entra o António Semblante que tinha estado comigo na época 2015/2016 no Amora, como guarda-redes.

 


E quanto a jogadores vai haver muitas novidades?

Quanto à equipa e aos jogadores, que sã os principais intervenientes do jogo, conseguimos renovar com todos os que queríamos porque em minha opinião já existia uma base de qualidade e de competitividade muito boa. Quanto a contratações vamos ter algumas, dentro do perfil que procuramos, que vêm acrescentar qualidade a posições onde achamos necessário dar mais competitividade. Mas as novidades serão anunciadas brevemente nas redes sociais do clube.

 

Já há alguma previsão sobre o início dos trabalhos?

Estamos a cumprir todas as indicações da FPF, AFS e DGS e apenas quando nos derem indicações de quando começa a nossa competição distrital é que iremos estabelecer uma data para o início de trabalhos da equipa.

 

Há algo mais que importe dizer?

É sempre um privilégio falar para o Jornal de Desporto. Aproveito para agradecer o seu trabalho e atenção que tem para com os treinadores e jogadores que estão no futebol distrital. Um grande abraço para si e para todos os que perderam um pouco do seu tempo a ler as minhas palavras.


Post Bottom Ad

Responsive Ads Here