2.ª DIVISÃO DISTRITAL»» Águas de Moura – Quintajense já tem data marcada

No domingo jogaram-se apenas 10 minutos…

RELVADO DO MUNICIPAL DE PALMELA FICOU NUM AUTÊNTICO LAMAÇAL

A relva, que tinha recebido durante a manhã outro jogo de futebol, ficou impraticável com a forte chuvada que caiu e o árbitro viu-se na obrigação de interromper o jogo, que se vai realizar agora no dia 22 de Dezembro.  


Uma semana depois de ter originado o adiamento de vários jogos nos campeonatos distritais de futebol, o mau tempo voltou a fazer das suas embora neste caso o prejuízo tenha sido menor porque apenas causou estragos no municipal de Palmela, onde se jogava o Águas de Moura – Quintajense.

Um ou dois minutos depois de o árbitro ter dado início ao jogo a chuva começou a cair de forma tão intensa que deixou o relvado completamente alagado e praticamente impraticável porque à medida que ia sendo pisado se tornava num autêntico lamaçal. A bola muitas vezes não circulava porque ficava presa na água e na lama e, porque a integridade física dos jogadores poderia estar em causa, o árbitro resolveu interromper o jogo quando estavam decorridos cerca de dez minutos, sem qualquer golo.


Os jogadores, e a equipa de arbitragem, ainda aguardaram alguns minutos para ver se a água escoava para se poder continuar a jogar mas as condições do relvado, que durante a manhã tinha sido palco do jogo de juvenis entre o V. Setúbal e o Barreirense, não eram de forma nenhuma as mínimas exigidas para a prática da modalidade e o jogo não mais foi reatado.

Ainda no local os dirigentes das duas equipas encetaram conversações no sentido de encontrarem uma nova data para a realização do encontro ficando então decidido que o mesmo se realizará no dia 22 de Dezembro.

O nosso jornal está também em condições de adiantar que o Quintajense – Juventude Cercalense, que não se realizou no dia 10 de Novembro, em virtude da equipa do Cercal do Alentejo não se ter apresentado ao jogo, vai realizar-se no dia 29 de Dezembro, às 15 horas.

De acordo com informações recolhidas pelo nosso jornal, o Quintajense – numa atitude de fair-play, aceitou a justificação do adversário e ambos chegaram a consenso para a realização do encontro.

Share on Google Plus