GRANDOLENSE»» Derrotado pela segunda vez consecutiva

António Gomes queixa-se de um penalti não assinalado…

“O BARREIRENSE, QUE APOSTOU FORTE PARA SUBIR, TEVE QUE TRABALHAR MUITO PARA GANHAR”

“Foi um  jogo bem disputado. Na primeira parte foi equilibrado e teve  poucas autoridades, tanto para um lado como para o outro e nenhuma das equipas teve ascendente sobre a outra em termos ofensivos, daí o 0-0 que se registava ao intervalo”.

“Na segunda parte entrámos bem e fizemos logo o golo. O Barreirense teve algumas situações mas nós também tivemos uma situação dentro da área do Barreirense muito duvidosa em que o árbitro poderia ter assinalado penalti, mas não teve coragem. Nesse lance poderíamos ter feito o 2-0, isso não aconteceu e na parte final do encontro o Barreirense carregou um pouco mais.  Nós baixámos um pouco as linhas e sofremos o empate que nos deixou um pouco desorientados e, depois, já muito perto dos 90 minutos sofremos o golo da derrota”.

“Nos cinco minutos finais ainda tivemos uma oportunidade em que poderíamos ter marcado mas a bola foi afastada praticamente em cima da linha de baliza. Ficámos chateados porque não gostamos de perder mas o que nos deixou mais abalados foi a derrota sofrida na jornada anterior com o FC Setúbal. O Barreirense, que apostou forte para subir, teve que trabalhar muito para ganhar”.

Share on Google Plus