COVA DA PIEDADE B»» Director desportivo esclarece

Clube não gosta de guerras nem quer alimentar polémicas…

“SE ALGUÉM ESTÁ A DESVIRTUAR O CAMPEONATO NÃO SOMOS NÓS PORQUE JOGAMOS SÓ COM JOGADORES SUB-21"

Trabalhamos em silêncio mas esperamos que o nosso sucesso faça algum barulho. Uma equipa com miúdos de sub-21, estar a ter o sucesso que tem, pode causar alguma estranheza e alguma irritação a quem gasta muito dinheiro mas isso é um problema que cada um tem que resolver dentro da sua casa…


À cerca de duas semanas atrás Jorge Prazeres treinador do Desportivo Fabril disse que o Cova da Piedade “está a desvirtuar o campeonato porque pode utilizar jogadores que estão a competir noutros campeonatos” e avançou com a ideia era isso que ia acontecer agora quando defrontasse a sua equipa.

A SAD do Cova da Piedade não reagiu de imediato às acusações mas agora resolver falar sobre o assunto. O director desportivo, Edgar Rodrigues, a propósito disse ao nosso jornal:

Nós não gostamos de guerras e muito menos de alimentar polémicas. Não falámos sobre o assunto porque nos preocupamos apenas com o nosso trabalho e por aquilo que são os nossos projectos. A equipa B é uma equipa de sub-21 onde só competem jogadores até essa idade porque está integrada num projecto desportivo que culmina com a equipa principal. Não nos preocupamos com a casa dos outros, mas posso assegurar que a equipa tem competido sempre com os mesmos jogadores".
O director desportivo do Cova da Piedade SAD adiantou também que “não gostamos de pressionar as equipas adversárias, as equipas de arbitragem, nem nada do género. Nós não falamos, trabalhamos em silêncio mas esperamos que o nosso sucesso faça algum barulho. Posto isto, a única coisa que nos apraz dizer é que independentemente daquilo que vier a acontecer, esperamos que seja um bom jogo para as três equipas. Estaremos muito atentos a este jogo como é óbvio pela importância que tem para o futebol distrital mas o favoritismo está completamente do lado do Fabril que formou um plantel para subir ao Campeonato de Portugal. Não é o nosso caso porque temos uma equipa que ganha zero euros. Portanto, se o campeonato está desvirtuado é ao contrário, não é da nossa parte porque os outros competem com jogadores de qualquer idade e nós só colocamos jogadores sub-21, embora pudéssemos utilizar três acima dessa idade”.
Edgar Rodrigues, reforçou a sua ideia afirmando que “este é um projecto desportivo para formar jogadores e a nossa equipa B ainda integra um processo de formação. Percebemos que uma equipa que ganha zero euros de salário, com miúdos de sub-21, estar a ter o sucesso que tem, pode causar alguma estranheza e alguma irritação a quem gasta muito dinheiro para tentar ascender a outros campeonatos mas isso é um problema que cada um tem que resolver dentro da sua casa. Pela nossa parte, posso adiantar que não vai ninguém descer de cima para baixo, o plantel será exactamente o mesmo e os jogadores que vão disputar o jogo com o Fabril são os mesmos de sempre”.  

Share on Google Plus