COSTA DE CAPARICA»» Empate com Alcacerense soube a pouco


Nuno Ferreira, treinador dos Pescadores…



“VÃO TER QUE CONTAR CONNOSCO PORQUE TEMOS UMA CAMISOLA E UMA TERRA A HONRAR”

Treinador considera que ainda é muito cedo para se tirar conclusões mas alerta para o facto de o campeonato ser curto e, neste momento, a equipa ter mais pontos perdidos que amealhámos…

"Felizmente não somos brindados com jogos como o de hoje todos os dias, porque se assim fosse não haveria ninguém nos campos de futebol a nível distrital. À passagem da primeira jornada, recebíamos o Alcacerense (líder isolado com uma vitória) e nós vínhamos de um resultado positivo no campo do Comércio. Os dados pareciam estar lançados para um bonito jogo de futebol, num dia em que o nosso clube tão bem homenageava um adepto e amigo falecido no mar. Mas na verdade apenas houve um “jogo de futebol”, porque o bonito terá com toda a certeza ficado para outro dia.

Entrámos bem no jogo perante um Alcacerense bastante passivo e a tentar perceber o que poderia acontecer. Em raros momentos fomos conseguindo sair em contra ataque ou até em ataque rápido, tal era o posicionamento disciplinado do nosso adversário que atacava com dois jogadores, a espaços, três jogadores. 


Na primeira parte, o nosso guarda redes não utilizou as luvas uma única vez (!), não querendo com isto dizer que nós tivemos inúmeras oportunidades de golo, porque isso não é verdade, mas reflecte, e bem, o caudal ofensivo que apresentámos. Os Pescadores a atacarem, o Alcacerense a defender no primeiro terço defensivo do seu campo.

Para a segunda parte procurámos alterar algumas questões da nossa organização ofensiva e passámos a jogar com dois defesas, tal era a nossa supremacia em termos ofensivos. Expusemo-nos naturalmente mais, correndo mais riscos (calculados), mas mesmo terminando com seis jogadores na frente, não fomos capazes de converter em golo, nenhum dos 24 momentos em que conseguimos chegar ao último terço ofensivo. Serve de aprendizagem para melhorarmos e sermos mais fortes já no próximo jogo.

É verdade que ainda é muito cedo, mas não é menos verdade que o campeonato é curto e, neste momento, temos mais pontos perdidos do que aqueles que amealhámos! Vão ter que contar connosco. Temos uma camisola e uma terra a honrar."


Share on Google Plus