QUINTA DO CONDE»» Jardel fala do actual momento da equipa - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

6 de novembro de 2019

QUINTA DO CONDE»» Jardel fala do actual momento da equipa


Vitória sobre o Samouquense foi muito sofrida por culpa própria…

“ESTAMOS ONDE ESTAMOS PORQUE TRABALHAMOS MUITO PARA ISSO MAS AGORA TEREMOS QUE TRABALHAR AINDA MAIS PARA DE LÁ NÃO SAIR”

Com quatro jornadas realizadas a Quinta do Conde surge, de forma surpreendente, juntamente com o Águas de Moura, no primeiro lugar da tabela classificativa com 10 pontos, produto de um empate e três vitórias, a últimas das quais obtida no passado domingo no jogo que disputou com o Samouquense que terminou de forma altamente emotiva.

O Samouquense vencia por 1-0 no final dos 90 minutos mas a Quinta do Conde conseguiu dar a volta na compensação marcando o golo do empate aos 90+3’ e o golo da vitória, na cobrança de um penalti, aos 90+10’.

Com o objectivo de esclarecer melhor o que se passou no Campo António Xavier de Lima o nosso jornal falou com o treinador da equipa Quinta do Conde, Jardel, que falou também do momento actual e daquilo que perspectiva para o futuro. 

  

A vitória sobre o Samouquense foi muito sofrida e pelos vistos houve emoção até ao fim. Qual a sua opinião sobre o jogo?
Foi sofrida, sem dúvida. Muito por culpa própria, pelo enorme desperdício e falta de eficácia no último terço. Criámos muito, mas finalizamos sem acerto e quando demos por nós, já corríamos atrás do prejuízo. O adversário acreditou que podia guardar os 3 pontos e fechou a sua baliza a 7 chaves e tivemos que trabalhar muito para virar o resultado. Mas este jogo só prova a qualidade das equipas desta 2.ª Divisão Distrital. Cada vez mais recheada de bons jogadores e bons treinadores e os jogos deixaram de ser desnivelados como acontecia antigamente.

A ADQC está a ter um início de campeonato muito bom e neste momento é um dos líderes, é assim que vai querer andar até ao fim?
Como disse no início do campeonato, todas as 16 equipas sonham sempre em subir de divisão, será desonesto quem disser o contrário. Obviamente que depois há quem tenha mais recursos e meios para se tornar um candidato mais forte. Mas neste momento estamos onde estamos porque trabalhamos muito para estar e agora teremos que trabalhar ainda mais para de lá não sair. Mas como já tinha frisado antes, este campeonato é uma difícil e longa maratona que está recheada de excelentes atletas e treinadores de muita qualidade, teremos que manter o foco naquilo que depende de nós, continuar a evoluir de jogo para jogo e no final estarmos onde queremos e trabalhamos para estar.

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here