CHARNECA DE CAPARICA»» Renato Fernandes comenta jogo com Palmelense

O equilíbrio foi uma constante…

“O RESULTADO MAIS JUSTO TERIA SIDO O EMPATE”

Depois de duas vitórias nas duas primeiras jornadas o Charneca de Caparica sofreu no passado domingo a sua primeira derrota no campeonato num jogo que decorreu de forma equilibrada em que a vitória acabou por cair para a equipa de Palmela.

O Charneca de Caparica foi a primeira equipa a marcar, por Pedro Santos (55’) mas depois a formação de Palmela deu a volta com golos marcados aos 68 e 78 minutos.

No final, o treinador do Charneca de Caparica Renato Fernandes, comentou desta forma a partida:


“Foi um jogo bem disputado entre duas boas equipas que quiseram jogar futebol, isso foi bem visível a quem assistiu ao jogo. O Palmelense entrou melhor e nos primeiros 10 minutos criou duas ou três situações de algum perigo para a nossa baliza. A partir daí estabilizámos o jogo. Sabíamos quais as dinâmicas do Palmelense e quando conseguimos assentar o jogo equilibrámos e a primeira parte acabou por ser assim, muito equilibrada”.

“Ao intervalo dissemos aos jogadores que tínhamos que colocar alguma dinâmica ofensiva para criar um bocadinho mais de perigo ao  Palmelense e nos primeiros 15 / 20 minutos da segunda parte fomos a melhor equipa em campo e o resultado de 1-0 a nosso favor ajustava-se”.

“Depois o Palmelense arriscou mais e nós, numa ou outra situação, até mesmo em superioridade numérica, não conseguimos fazer golo. Entretanto, eles conseguiram empatar e pouco depois numa transição fizeram o 2-1. Nós ainda tentámos reagir mas já não foi possível”.

“Face ao futebol praticado pelas duas equipas, em minha opinião, o resultado mais justo seria o empate mas a vitória, que poderia cair para qualquer um dos lados, acabou por ir para o Palmelense. Parabéns ao adversário”.


Share on Google Plus