FUTEBOL FEMININO»» Juncal Desportos recebe final da Taça

AMORA E QUINTAJENSE LUTAM PELA CONQUISTA DO TROFÉU 

O Campo do Juncal, na Moita, vai receber pela primeira vez a final de uma competição organizada pela Associação de Futebol de Setúbal. Será no próximo sábado, às 15h 30m, num jogo que vai colocar frente a frente as equipas seniores femininas do Amora e Quintajense, na luta pela conquista da Taça AF Setúbal.

Contrariamente ao que acontece no sector masculino, onde a competição é disputada em duas fases, a fase de grupos e a fase das eliminatórias, na versão feminina, devido ao escasso número de clubes (seis), a prova foi disputada numa competição por pontos a uma volta, para apurar os dois primeiros classificados para a final.

O Amora terminou em primeiro lugar, só com vitórias, com o melhor ataque (20 golos marcados) e a defesa menos batida, com apenas três golos sofridos.

O Quintajense ficou em segundo lugar, com quatro vitórias e apenas uma derrota (3-1) sofrida precisamente com o Amora, marcou 16 golos e sofreu seis.

As duas equipas que se encontram a disputar a segunda fase do Campeonato Nacional da II Divisão vão agora medir forças nesta competição de âmbito regional, que vale um título.


Juncal volta a ter finais quase um século depois

João Soeiro, presidente do Moitense, em declarações ao nosso jornal mostrou-se satisfeito pelo facto do clube voltar a estar na rota das finais associativas, como chegou a acontecer até à década dos anos quarenta.

Pode-se dizer que esta é a primeira final associativa da era moderna no Juncal”, referiu João Soeiro que partilhou connosco o teor de uma carta datada de 1942 que está no museu do clube e havia sido enviada à Câmara Municipal quando esta decidiu acabar com o campo de futebol existente junto à Praça de Touros, em terreno municipal, para alargamento da Feira de Maio.
O clube escreveu à Câmara dizendo que “ficava em eclipse total” porque aquele “era o palco escolhido habitualmente pela AF Setúbal para os desempates nos campeonatos, devido à sua localização e também porque estava bem servido pela rede de transportes, principalmente comboio e autocarros”.

 

A antevisão feita pelos treinadores

Na antevisão do jogo, ao afsetubal.fpf.pt, os treinadores Ricardo Vieira (Amora) e Faisal Aboobakar (Quintajense) não hesitam em felicitar a AF Setúbal pela ideia de promover a prova, avaliam as características do adversário e partilham o desejo de ver o Campo do Juncal repleto de adeptos para assistirem e apoiarem as equipas em mais uma jornada de promoção ao futebol no feminino na nossa região.
       
“Duas equipas que se conhecem bem”

Ricardo Vieira, treinador da equipa feminina do Amora FC, olha para a possibilidade de vencer o troféu com “sentimento super especial”. “Por ser o primeiro da história a estar em discussão e pelo facto do nosso clube ter a honrosa oportunidade de o conquistar”, começou por libertar.

Sobre o jogo de atribuição da inédita taça, o responsável técnico das amorenses antevê “uma partida que será disputada por duas equipas que se conhecem bem”. Refira-se que entre jogos particulares e oficiais, encontraram-se esta época por cinco ocasiões.

“Vamos enfrentar uma excelente equipa, aguerrida, com muita ambição, que será reflectida por um conjunto de jogadoras que já jogam há algum tempo juntas e algumas com experiência de primeira divisão”, avaliou Ricardo Vieira sobre a formação quintajense “que nos merece todo o respeito e sobre a qual temos de estar precavidos pelo seu valor”.

Contudo, o técnico do Amora FC não hesita em afirmar: “Temos uma equipa com jogadoras de grande qualidade e com muita ambição para vencer a taça”.

Apelo por campo cheio

O treinador amorense não deixou, igualmente, de sublinhar a importância da entrada em cena deste troféu. “Parabéns à AF Setúbal por esta iniciativa. O futebol feminino está a crescer a olhos vistos e os responsáveis da associação estão a acompanhar esta evolução, aposta que se saúda”.

Para que o dia em nome da promoção da modalidade no feminino seja devidamente assinalável, Ricardo Vieira deseja uma significativa presença de adeptos das duas equipas no jogo. “Seria muito bom que os dois clubes cativassem as equipas de formação, e mesmo seniores, masculinos a presenciar o encontro. Um jogo com muita gente é sempre mais espectacular”, desafiou.


Olhos na taça desde a primeira hora

Faisal Aboobakar, treinador do conjunto maior do futebol feminino do Quintajense FC, começou por encarar a presença na final da Taça AFS com a sensação de um “objectivo concretizado”.

“Primeiro, porque desde o início da época que mantemos o foco nesta prova e conseguimos fazer o nosso trabalho de equipa para alcançar esta final. Depois, por ser a primeira edição do troféu, o qual desejamos marcar o nome do nosso clube em nome do futebol feminino”, garantiu.

O técnico quintajense, apesar da garantia deixada, não esconde que o passo derradeiro é levantar a taça. “Reconhecemos que o Amora tem uma equipa bastante forte, muito madura, com jogadoras experientes”, registou antes de abordar a valia das suas atletas.

“Vai ser um jogo muito complicado, mas não vamos hesitar em momento algum em evidenciar as nossas capacidades e o nosso valor individual e colectivo, porque temos vindo a mostrar a nossa força competitiva ao longo de uma época em que trabalhamos pelos melhores resultados possíveis. Estamos nas decisões e isso é reflexo do empenho da equipa”, sublinhou.

Novo troféu é passo notável   

Para Faisal Aboobakar a estreia da Taça AFS “é muito importante”. “É de louvar o trabalho desenvolvido pela Direcção da AF Setúbal, o investimento e o apoio que tem promovido em nome do futebol feminino na nossa região. Esta taça é um passo notável nesse sentido”, destacou o treinador quintajense, frisando a seriedade competitiva avançada pelo clube “para prestigiar e valorizar todo o esforço associativo”.

Sábado, a partir das 15h30, no relvado do Campo do Juncal, abre-se, portanto, uma nova página de contributo pelo desenvolvimento da variante feminina no futebol. Um momento histórico que o técnico deseja ver bem emoldurado.

“Que todos os que puderem não faltem. Sabemos, antemão, que muitos familiares das jogadoras estão garantidos, mas este jogo é mais uma excelente oportunidade para que os adeptos do futebol e do desporto em geral assistam a um encontro de futebol feminino, variante que está a afirmar-se, reconhecidamente, e a assegurar cada vez mais praticantes, contribuindo, dessa forma, para a promoção da modalidade”, convidou.

Recorde-se que a Taça AFS de futebol sénior feminino, arrancou esta época no âmbito das provas oficiais da AF Setúbal.

Share on Google Plus