ALFARIM»» Nuno Cláudio analisa jogo com Oriental Dragon - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

6 de novembro de 2019

ALFARIM»» Nuno Cláudio analisa jogo com Oriental Dragon

Treinador ficou muito satisfeito com a atitude dos jogadores…

“O RESULTADO FOI UM CASTIGO MUITO PESADO PARA O QUE SE PASSOU EM CAMPO” 

No final do jogo com o Oriental Dragon , o novo treinador do Alfarim, Nuno Cláudio, falou à nossa reportagem sobre o seu regresso ao futebol do distrito de Setúbal, do jogo com o Oriental Dragon e deixou as suas perspectivas para o que resta do campeonato.  

O Nuno Cláudio está de volta ao futebol do distrito de Setúbal. Satisfeito por isso?
Bastante satisfeito. Após a saída de Benavente tive oportunidades de regressar ao activo em outras paragens, mas sempre disse que dava preferência a Setúbal, desde que se tratasse de um projecto organizado e que me motivasse. A minha identidade de treinador está muito enraizada neste distrito, onde conheço mais jogadores, mais colegas treinadores e mais dirigentes. O futebol de Setúbal exerce sobre mim um fascínio que por vezes até tenho dificuldade de o explicar de forma racional. E o Alfarim foi o “tal” projecto. O convite do Presidente José Fernando Dias teve tanto de inesperado como de motivador. Os argumentos que o agora meu Presidente esgrimiu foram muito convincentes, e aqui estou em Alfarim, com toda a determinação para corresponder à aposta feita.


A estreia não foi muito feliz porque perdeu. Como correu o jogo? Gostou da atitude da equipa?
Defrontámos o líder do campeonato e uma das equipas que se perfila para ser campeã e subir aos nacionais, com um plantel experiente, de qualidade e bem orientado. Mas em Alfarim todos vimos duas equipas que se bateram no jogo de igual para igual. Sofremos o golo aos 7 minutos no único momento em que a nossa concentração colectiva não esteve nos extremos. A segunda parte foi nossa e nesse período encostámos o nosso adversário à sua área, de onde apenas saiu esporadicamente em contra-ataque. A minha equipa fez um grande jogo, e o resultado foi um castigo muito pesado para o que aconteceu em campo. Estou muito satisfeito com a atitude dos meus jogadores, tanto no jogo como na semana de treinos que fizemos. São jogadores na sua grande maioria jovens, mas com muito valor e potencial, que têm consciência dos aspectos que teremos de melhorar para atingir o patamar necessário para garantir que fazemos um campeonato tranquilo, sem sobressaltos, oferecendo aos adeptos e sócios do Alfarim e do futebol em geral bons jogos, vitórias e pontos. 


Como perspectiva os próximos jogos do Alfarim?
Nesta divisão todos os jogos apresentam um grau de exigência extrema. Por essa razão temos plena consciência do patamar em que estamos e onde teremos de chegar para sermos competitivos e alcançarmos as desejadas vitórias. Estou ao serviço de um clube bem organizado e estruturado, onde as pessoas estão unidas e vivem o futebol com paixão, e quando assim é trabalhamos todos no mesmo sentido e com o mesmo objectivo, pelo que as perspectivas só podem ser animadoras. A equipa é jovem mas tem valor e os jogadores estão despertos para aprender e com muita vontade de evoluir e corresponder ao que lhes é pedido. Estou a trabalhar com eles há apenas uma semana e por essa razão os processos ainda vão precisar de mais tempo para serem visíveis em toda a sua plenitude. Todas as equipas que treinei foram reconhecidas por terem uma identidade própria, com processos e ideias de jogo bem definidos (muitas vezes apelidam-nas de “pragmáticas”), e o Alfarim não vai ser excepção.

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here