TAÇA DE PORTUGAL»» Real 1 Barreirense 0 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

sábado, 11 de setembro de 2021

TAÇA DE PORTUGAL»» Real 1 Barreirense 0

 

Barreirense tramado em lance de bola parada…


FOI UM CASTIGO DEMASIADO PESADO PARA A MELHOR EQUIPA EM CAMPO

 



O Futebol Clube Barreirense perdeu por 1-0 com o Real Sport Clube e foi eliminado da Taça de Portugal mas será razão para dizer que saiu de cabeça bem erguida porque em termos exibicionais não foi em nada inferior ao seu adversário, que é de escalão superior.  


Aos vinte minutos da primeira parte a equipa de Massamá ficou reduzida a 10 elementos por expulsão de Romário Carvalho e a partir daí a equipa mais perigosa foi sempre o Barreirense.



Ao intervalo David Martins fez três substituições de uma só vez na tentativa de dar mais acutilância à equipa na zona de finalização mas as coisas demoraram um pouco a carburar e o Real aproveitou para marcar na cobrança de um livre com Rodrigo Monteiro a cabecear para o fundo da baliza à guarda de Anthony Walker.



A equipa do Barreiro reagiu de imediato, voltou a assumir o comando do jogo, a praticar futebol agressivo e a criar oportunidades de golo que acabaram por não surgir devido apenas à ineficácia e à falta de precisão no momento decisivo.


Pode falar-se também em alguma falta de sorte e de alguma injustiça no marcador mas o futebol é assim mesmo, ganha quem marca e neste caso quem marcou foi o Real que segue em frente na competição que é denominada como a prova rainha do futebol nacional.    

 

 

FICHA DO JOGO

Complexo Desportivo do Real Sport Clube, em Monte Abraão

ÁRBITRO: João Pinto (Lisboa)



REAL: Iuri Miguel; Fábio Pala, Romário Carvalho, Rodrigo Monteiro, Clayton Sampaio; Ruben Marques, Amadu Baldé (Tiago Morgado, 63'), Ruben Freire; Wilson Kennedy (Constantino Vaz, 63'), Mika Borges (Paulo Siva, 79') e Gustavo Souza (Paulo Costa, 90+2').

Treinador: Luís Loureiro

 

BARREIRENSE: Anthony Walker; Ricardo Almeida, Diogo Gonçalves, Diogo Marques, Alexandre Correia (Gonçalo Santos, 45’); João Pendão (Fernandinho, 45’), Rodrigo Jorge, Diogo Madaleno (Fábio Garrido, 45’); Diogo Balau, Pedro Fonseca (João Varela, 70') e Cajó (Eze, 81').

 

Treinador: David Martins

 

Ao intervalo: 0-0

 

Marcador: 1-0, Rodrigo Monteiro, aos 70 minutos

 

Disciplina: cartão amarelo a João Pendão (26'), Rodrigo Jorge (39'), Pedro Fonseca (65'), Gustavo Souza (73'), Tiago Morgado (90+1'). Cartão vermelho a Romário Carvalho (20’)


Post Bottom Ad

Responsive Ads Here