TAÇA DE PORTUGAL»» ALCOCHETENSE 0 LEIXÕES 4 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

30 de setembro de 2019

TAÇA DE PORTUGAL»» ALCOCHETENSE 0 LEIXÕES 4

Leixões não deu qualquer hipótese…

ALCOCHETENSE NÃO CONSEGUIU CONTRARIAR FAVORITISMO DO ADVERSÁRIO


O Alcochetense não conseguiu concretizar o sonho e acabou por ser afastado da Taça de Portugal pelo Leixões, equipa da 2.ª Liga, que saiu vitoriosa por 4-0.

O conjunto de Matosinhos nem sequer precisou de forçar muito o andamento para carimbar a passagem à eliminatória seguinte numa partida em que o técnico Carlos Pinto não fez poupanças nos jogadores mais utilizados. 




A primeira ocasião até pertenceu ao Alcochetense, num remate de Fialho à entrada da área que passou a centímetros da barra de Ivo, mas nem esse lance agitou os visitantes que mantiveram sempre a toada de posse e circulação de bola, à espreita dos erros da equipa da casa, que acabariam por surgir com naturalidade em função da diferença de valor de ambos os conjuntos.




Aos 26 minutos, no seguimento de um cruzamento de Júnior Sena, a defesa do Alcochetense cortou para a zona de tiro frontal, onde surgiu Luís Silva embalado para inaugurar o marcador.

Depois, foi Júnior Sena a fazer o segundo (33’), empurrando de primeira, já dentro da pequena área, um cruzamento de Derick, antes de Luís Silva, já na segunda parte (49’), ampliar para 3-0 num lance tirado quase igual ao do primeiro golo.




Com o decorrer do tempo, a diferença de poderio físico entre as equipas acentuava-se cada vez mais e os 'lobos-do-mar' foram desperdiçando uma ou outra ocasião, nomeadamente com Luís Silva a acertar no poste no seguimento de um livre (72’) e Derick, isolado, a permitir o corte no último instante (75’).

A supremacia do Leixões acabou por ficar ainda mais vincada quando Tarzan, que saiu do banco para render Harramiz, fechou a contagem da partida (87’) ao concluir na pequena área, sem oposição, um lance de entendimento do lado esquerdo do ataque leixonense.


FICHA DO JOGO

Jogo no Estádio António de Almeida Correia Foni, em Alcochete.
ÁRBITRO: Luís Máximo (Castelo Branco).

ALCOCHETENSE: Vital; Duarte, Gaspar, Paiva, Bulhão; Piqueira, David Pinto, Mimi (Mota, 55’), Fialho (Luís Gaspar, 45’); Ruben Guerreiro e Ismael (Ruizinho, 55’).
Suplentes não utilizados: Marinheiro, Migalhas, Bernardo e José Atalaia.
Treinador: Pedro Duarte.

LEIXÕES: Ivo; Rui Silva, Pedro Pinto, Bura, Vítor Bruno; Luís Silva, Paná, Júnior Sena (Braga, 63’); Derick, Harramiz (Tarzan, 63’) e André Claro (Graça, 78').
Suplentes não utilizados: Stefanovic, Pedro Monteiro, Clóvis e Yoshiaki).
Treinador: Carlos Pinto.

Ao intervalo: 0-2.

Marcadores: 0-1, Luís Silva (26’); 0-2, Júnior Sena (33’); 0-3, Luís Silva (49’); 0-4, Tarzan (87’).

Acção disciplinar: Cartão amarelo para Júnior Sena (43’) e Paná (59’).



Post Bottom Ad

Responsive Ads Here