SESIMBRA»» Terminou a primeira volta no pódio



Edmundo Silva, o treinador da equipa…

“TUDO ISTO SE DEVE AO TRABALHO DOS MIÚDOS QUE TÊM SIDO INCANSÁVEIS NO SEU DESEMPENHO


 Depois de ter estado em Sesimbra em 2003, Edmundo Silva regressou em boa hora. Sob o seu comando a equipa sesimbrense leva já sete vitórias consecutivas e chegou ao fim da primeira volta do campeonato em 3.º lugar.  

O Grupo Desportivo de Sesimbra está a ser uma agradável surpresa no Campeonato Distrital da 1.ª Divisão. Depois de uma fase inicial menos boa a equipa foi-se encontrando e paulatinamente tem vindo a evoluir de forma bastante positiva, a somar vitórias atrás de vitórias [sete seguidas], e acabou a primeira volta num honroso terceiro lugar.

É evidente que o mérito pertence em grande parte aos jogadores porque são eles que jogam e marcam os golos mas não menos importante é também o trabalho de quem os orienta; ou seja, de Hugo Ribeiro, Pedro Macedo e Edmundo Silva, o treinador principal, com quem falámos sobre aquilo que tem sido o percurso da equipa.


“Há muita qualidade no campeonato”

“Pediram-me para dar continuidade ao trabalho que tinha sido feito na época anterior e é isso que temos feito. As nossas ideias têm sido assimiladas pelos jogadores que têm muita qualidade e os resultados estão à vista de toda a gente. O nosso objectivo é fazer sempre o melhor, se as equipas adversárias nos deixarem nós fazemos questão de aproveitar. Mas tudo isto de deve ao trabalho dos miúdos que têm sido incansáveis no seu desempenho”, referiu o treinador sesimbrense que está de volta ao clube que orientou em 2013, na extinta 3.ª Divisão Nacional.

Edmundo Silva é da opinião que “neste campeonato há muito mais qualidade que havia na antiga 3.ª Divisão porque integra jogadores que não podem ir para o Campeonato de Portugal, porque na maioria dos casos treinam durante o dia e eles só estão disponíveis à noite, devido aos seus empregos ou aos estudos. Nos últimos jogos obtivemos sete vitórias consecutivas, fizemos 21 pontos, e acho que até podemos fazer ainda melhor. Mas, por outro lado, também temos que estar preparados para o facto de poderemos estar dois, três ou quatro jogos sem vencer”.


“Talvez o primeiro lugar já esteja entregue”

Em relação à forma como o campeonato está a ser disputado, Edmundo Silva é da opinião que “talvez o primeiro lugar já esteja entregue, estamos a 11 pontos e estou convencido que o Fabril não nos vai dar a possibilidade de lá chegar. E, depois há também outras equipas com qualidade como o V. Gama, Barreirense, Oriental Dragon e Cova da Piedade, algumas que são quase profissionais porque trabalham às horas querem e nós só o podemos fazer à noite. Nós vamos tentar fazer o nosso melhor e ganhando o maior número de jogos possível. Vem por aí um ciclo de jogos mais complicados mas nós estamos preparados para isso”, referiu.

Sobre o seu regresso a Sesimbra, o treinador foi claro. “Voltei agora porque tenho amizade com o presidente e como ele ficou sem treinador, depois da saída do Álvaro, e como estava parado, aceitei o convite porque o bichinho está sempre a mexer e nós também queremos estar no activo para mostramos o nosso trabalho. Estive aqui em 2003, na 3.ª Divisão Nacional, valorizando nessa altura jogadores como os gémeos Paixão [Marco e Flávio] que tiveram um grande percurso no futebol, não em Portugal [estiveram uma época no FC Porto B] mas no estrangeiro, na Polónia e na Turquia. Seria bom que agora também pudesse fazer o mesmo”.

Share on Google Plus