COSTA DE CAPARICA»» A equipa que melhor futebol praticou

Treinador Nuno Ferreira faz balanço da época…

“A EQUIPA TEVE UM DESEMPENHO FANTÁSTICO, NÃO PODERIA ESTAR MAIS ORGULHOSO”

Os Pescadores da Caparica garantiram a promoção à 1.ª divisão Distrital apenas na última jornada. Fica a ideia de não ter sido nada fácil a subida de divisão?​
Fui referindo ao longo das semanas que a competitividade existente neste campeonato era por demais evidente. Conseguimos a subida de divisão na última jornada e disputámo-la até ao último minuto de jogo. O trabalho feito por Pescadores, Alcacerense, Seixal​ e Almada é de louvar e acredito que a todos deixe orgulhosos. Como já tive oportunidade de referir, sorriu para nós. Mas subisse quem subisse seria justo, se é que esse conceito existe.


Alguma vez sentiu que o objectivo estava a fugir?
Sem dúvida que sim! Seria hipócrita se dissesse o contrário! À 8ª jornada "batemos no fundo". À entrada da segunda volta chegámos pela primeira (e única) ao primeiro lugar depois de uma fantástica vitória sobre o justo campeão, Comércio e Indústria. Fomos perder a Alcácer (um resultado "natural" devido à competência de ambas as equipas) e quando na jornada seguinte procurámos a vitória em casa sobre o Santo André, perdemos e caímos no 4º lugar. Aí questionamos muita coisa e pusemos mãos à obra! Se queríamos subir tínhamos que regressar ao nosso melhor. Foi o que aconteceu. Fomos ganhar ao Seixal e ganhámos em casa ao Almada! Voltamos a ser aquilo que havíamos sido ao longo da época e terminamos onde queríamos.

Que opinião tem sobre a forma como foi disputado o campeonato e em especial a fase final?
Acredito que a questão das duas fases é fundamental para a realização desta competição. Obrigar clubes desta dimensão a fazerem viagens semana sim semana não com a duração de três horas faz pouco sentido. Concordo totalmente com esta gestão. Em relação à fase final, naturalmente ninguém ficou feliz com o que aconteceu e acredito que ninguém ficou mais insatisfeito do que os próprios responsáveis da AFS. Fica a aprendizagem para todos. Os problemas existem e acontecem, há que ser mais lestos na resolução dos mesmos. Foi difícil trabalhar mês e meio sem saber o que planear nem quando iriamos competir.


Qual a análise global que faz ao desempenho da equipa ao longo da época, que foi mais longa que o habitual?
Foi um desempenho fantástico. Não poderia estar mais orgulhoso. Esta foi uma equipa criada literalmente do zero há duas épocas e que manteve o melhor que tinha acontecido em 2017/2018, tornando um conjunto de homens num grupo magnífico. Essa foi a essência para atingirmos o sucesso no final. Tivemos qualidade e acredito que deixámos satisfeitos quem perdeu tempo a ver os nossos jogos. Acredito que fomos a equipa que jogou melhor futebol neste campeonato, com o máximo respeito por todos os outros, mas é uma convicção que mantenho.

O Campo dos Pescadores registou uma grande enchente no último jogo com o Almada. Isso quer dizer que os adeptos estavam com a equipa, foi isso que sentiu ao longo da temporada?​
Os adeptos são quem leva os clubes para a frente. É assim em todo o lado e em particular no nosso clube! O presidente é adepto do clube, os directores são adeptos do clube, o treinador é adepto do clube e muitos dos jogadores são adeptos do clube! Aquilo a que assistimos no dia 20 foi deslumbrante, magnifico e deixou-nos bastante orgulhosos. Infelizmente não é possível quantificar, mas acredita-se que estiveram perto de 2000 pessoas no nosso campo entre bilheteira, convites e atletas da formação com entrada gratuita. Não tenho dúvidas de que se chegámos onde chegámos foi porque fomos claramente levados ao colo pela nossa terra.


O seu futuro como treinador passa pela continuidade na Costa de Caparica. Já começou a trabalhar com vista à nova época?
O objectivo a nível individual era de dar continuidade ao projecto que nos foi apresentado há dois anos. Conseguimos atingir os objectivos da época passada e neste momento já trabalhamos no sentido de ter as melhores condições para o próximo ano. Partimos atrasados em relação os nossos adversários que estão sem competir há sensivelmente um mês mas temos a certeza que mantendo a génese deste grupo vamos conseguir coisas muito bonitas no próximo ano.

Há algo mais que queira acrescentar ao que foi dito?
Penso que ao longo do ano fomos tendo a oportunidade de falar sobre inúmeros temas. Fomos fazendo o balanço da época e isso foi bastante positivo. Agradeço imenso todo o apoio que é dado pelo José Pina ao longo da época. Para quem vive o futebol distrital como nós é gratificante ver que há quem trabalhe assim. Muito obrigado.

Share on Google Plus