SANTO ANDRÉ»» Jorge Coelho está orgulhoso do trabalho que fez - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

22 de junho de 2019

SANTO ANDRÉ»» Jorge Coelho está orgulhoso do trabalho que fez

Treinador faz balanço da época desportiva…

“SAIO DO CLUBE PELA PORTA GRANDE COM A CERTEZA QUE CUMPRI TODOS OS OBJECTIVOS A QUE ME PROPUS”


Jorge Coelho, que na próxima temporada vai assumir o comando técnico do Vasco da Gama de Sines, foi o treinador que levou o Estrela de Santo André pela primeira vez na sua história a uma segunda fase do Campeonato Distrital da 2.ª Divisão, deixando assim a sua marca na popular colectividade do litoral alentejano que não pára de crescer.

Convidado por nós a fazer o balanço da época desportiva, Jorge Coelho começou por “dar os parabéns ao Comércio e Indústria e aos Pescadores pela promoção à 1.ª Divisão da AF Setúbal. No somatório das jornadas foi mais que justa a sua promoção”.

Depois “queria dar igualmente os parabéns ao Carlos Ribeiro, ao Nuno Ferreira, ao Olívio Cordeiro, ao Tiago Correia e ao Custódio Galveias pelo trabalho desenvolvido ao longo da época e por termos proporcionado uma das segundas fases mais emocionantes da história recente da AF Setúbal, com diversos resultados pela margem mínima e muita emoção do primeiro ao último minuto do campeonato”.

E, por fim “deixar uma palavra de apreço e respeito às equipas de arbitragem que conseguiram elevar também o nível desta fase da competição e mostrarem que a arbitragem da AF Setúbal merece mais representantes noutros patamares”.


A melhor classificação de sempre

“Em relação ao trabalho que fizemos à frente do Estrela, é um trabalho que nos enche de orgulho pois atingimos a melhor classificação de sempre do Estrela de Santo André, que chegou pela primeira vez na sua história à segunda fase da competição. Chegámos à última jornada a receber os parabéns de público e adversários. Pois, independentemente do resultado e da valia do adversário nunca perdemos a nossa identidade e princípios de jogo. Numa equipa em que não pagamos qualquer tipo de verba aos jogadores começarmos com 30 e finalizarmos com 20 jogadores nos treinos é de salutar. Queria engrandecer a valia destes atletas que muitas das vezes com prejuízos pessoais, familiares e profissionais nunca deixaram de representar da melhor forma este clube. A juntar a isto nunca perdemos a veia formadora do clube e promovemos a estreia de sete atletas juniores nos seniores”, referiu Jorge Coelho que finalizou a nossa conversa da seguinte forma:

“Encerra-se assim um ciclo de seis anos neste clube em que a aprendizagem foi recíproca. Saio deste clube pela porta grande e com a certeza que cumpri todos os objectivos a que me propus. Resta-me desejar boa sorte ao Estrela de Santo André e ao meu sucessor”.


Post Bottom Ad

Responsive Ads Here