BEIRA MAR DE ALMADA»» Treinador faz balanço da época

Gil Velez considera que o trabalho foi positivo…

“A PRIMEIRA METADE DO CAMPEONATO FOI MUITO DIFÍCIL MAS DEPOIS FIZEMOS UMA GRANDE SEGUNDA VOLTA”

Tem 26 anos, começou como treinador nas camadas jovens do Belenenses, Linda-a-Velha e Atlético. Ingressou no Beira Mar de Almada como adjunto de Emanuel Mesquita, que saiu para o estrangeiro, depois assumiu o comando técnico da equipa e o trabalho realizado foi tão positivo que a direcção do clube voltou a apostar em si para a nova época desportiva.

Eis o teor da conversa que tivemos sobre o percurso da equipa almadense na época desportiva de 2018/2019:  


O Beira Mar de Almada terminou o campeonato em 13.º lugar. Considera justa esta classificação?
Penso que foi justa tendo em conta que tivemos algumas dificuldades no princípio na construção do plantel e todas as questões inerentes ao processo de pré-época. Encontrámos um clube com 3 jogadores que transitavam da época anterior, por esse motivo foi muito difícil construir plantel. Tivemos de identificar e resolver algumas (muitas) falhas logísticas do próprio clube relacionadas com o treino e com o pré-treino. Portanto, acho que foi justo apesar de achar que podíamos ter feito mais pontos.


Qual a análise global que faz sobre aquilo que foi esta época desportiva?
Como disse anteriormente tivemos uma época muito difícil mesmo, muito difícil. Provavelmente, antes do campeonato começar eramos os principais candidatos a descer de divisão, não só pelas questões mencionadas anteriormente mas também porque não temos as condições orçamentais que os outros clubes têm. Por esse motivo, a nossa primeira metade da época foi muito difícil. Não conhecíamos a divisão, não tínhamos um conhecimento aprofundado dos adversários e tínhamos limitações a nível de plantel, que corrigimos em Janeiro. Depois melhorámos como perspectivávamos desde a 1.ª jornada do campeonato e fizemos uma grande segunda volta. Começámos a fazer muitos pontos em casa e ficámos com a sensação que se isto tem continuado íamos acabar mais em cima.

“A competência não tem idade”

O plantel era constituído à base de muita juventude. Há quem considere isso muito bom porque há margem de progressão, mas também há quem não pense assim. Qual a sua opinião?
Um clube como o Beira Mar tem de apostar em juventude porque não tem condições para ter um plantel experiente, nem é isso que pretendemos, tem de ser com os miúdos mas a competência não tem idade. Fomos o clube do distrito que colocou mais jogadores no Campeonato de Portugal, éramos uma equipa que jogava bem, que estrategicamente estava sempre viva no jogo e conseguimos ser competitivos em todos os jogos, inclusive em Alcochete onde fizemos uma primeira parte muito boa, tal como aconteceu com o Vasco da Gama. O caminho da distrital na nossa opinião continua a ser pela juventude e para continuar a potenciar jogadores para patamares mais acima.


Com que ideia ficou deste campeonato. Houve algo que o tivesse surpreendido, pela positiva ou pela negativa?
Pela negativa prefiro não comentar. Em relação à positiva gostámos do U. Santiago na primeira parte fora e gostámos do Alcochetense. Há imensas equipas com qualidade neste campeonato, bons jogadores, clubes com um historial gigantesco e isso deixa-nos muito felizes continuar a participar neste campeonato.

“Queremos fechar o plantel o mais rapidamente possível”

O seu futuro passa pela continuidade no Beira Mar de Almada. Já começou a planificar a nova época?
Sim, queremos fechar o plantel o mais rapidamente possível porque temos imenso trabalho logístico de condições que queremos melhorar. Portanto, quanto mais cedo fecharmos o plantel mais tempo vamos ter para tratar de dar as melhores condições possíveis aos nossos jogadores. Queremos começar a próxima época bem e entrar fortes porque entrando bem podemos ser uma surpresa agradável. Conseguindo fechar com 80 por cento dos jogadores que queremos e com tempo para lhes dar o máximo de condições, podemos surpreender. Vamos ver.

Para finalizar, há algo mais que queira acrescentar?
Agradecer em nome do plantel sénior todo o apoio dos nossos sócios e de todas as pessoas que têm trabalhado connosco para ajudar a fazer crescer o clube e agradecer-lhe a si por todo o seu trabalho.

Share on Google Plus