JUVENIS»» Benfica 5 Sp. Braga 1 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

16 de junho de 2019

JUVENIS»» Benfica 5 Sp. Braga 1


Águias conquistam o seu 19.º título na categoria…
BENFICA É BICAMPEÃO NACIONAL DE JUVENIS 

O Benfica goleou o Sporting de Braga, por 5-1, em jogo relativo à 8.ª jornada da 3.ª fase do campeonato nacional de juvenis e sagrou-se campeão, apesar de faltarem ainda duas jornadas.
Os pupilos de Luís Araújo entraram em campo com vontade de ganhar porque sabiam que a vitória era o único resultado que interessava para alcançarem desde logo o objectivo e aos quatro minutos estiveram muito perto do golo, quando Gerson Sousa se isolou mas permitiu a defesa com o pé ao guarda-redes do Sp. Braga.
Os bracarenses, que também mostravam gostar de ter bola, responderam com algumas situações de ataque organizado mas nunca criaram grande perigo para a baliza do Benfica que, no lado contrário, continuava a dar muito trabalho à defensiva arsenalista.
Aos 20 minutos na sequência de um livre cobrado por Filipe Cruz, Tomás Araújo surge na área a desviar para o fundo da baliza, inaugurando o marcador e cinco minutos depois foi Henrique Pereira, a fazer o gosto ao pé após ter tirado dois adversários do caminho. Com dois golos sofridos no espaço de cinco minutos os bracarenses caíram em termos anímicos e o Benfica aproveitou para aumentar a vantagem ainda antes do intervalo, por Henrique Araújo.
Logo no primeiro minuto da segunda parte Samuel Soares comete falta dentro da área para penalti e Telmo Neves na cobrança reduz para 3-1. O Braga reanimou e o jogo passou a ser mais disputado mas o Benfica, que esteve sempre por cima, liquidou por completo as intenções do adversário, com a obtenção de mais dois golos por Paulo Bernardo (60’) e Henrique Araújo (68’), que bisou na partida.
No final houve festa rija no relvado com a entrega do troféu, por Pauleta, director da FPF.

A OPINIÃO DOS TREINADORES:
Luís Araújo (Benfica): 
"Fomos a melhor equipa do campeonato"

“Demonstrámos que fomos a melhor equipa do campeonato, pela qualidade de jogo e pela capacidade que tivemos em impormo-nos em todos os campos. Este título teve início com uma equipa técnica altamente qualificada que tem muita responsabilidade naquilo que foi feito mas isto é trabalho de todos os treinadores e de toda a estrutura. Este título é um bom exemplo disso, porque apesar de não ter sido a primeira equipa técnica a terminar a época, a equipa demonstra que os processos são idênticos e que não é especificamente da responsabilidade de uma só pessoa mas sim de um grupo de trabalho e neste caso de toda a formação do Benfica. Para mim, foi o voltar ao campeonato nacional, depois de uma ausência de quase nove anos. É com muita alegria que faço parte desta festa que é fruto do trabalho principalmente dos jogadores e do seu grande talento”.   

Pedro Pires (Braga): “Vitória justa do Benfica mas por números exagerados”.

Reportagem com jogadores:

Tiago Araújo (capitão do Benfica): 
"Culminar de uma época fantástica"
“Esta é a recompensa pelos 11 meses de trabalho que já levamos naquela que é época mais longa da nossa carreira. Sentimos que foi tudo bem conseguido e isto é o culminar de uma época fantástica. Fomos sempre superiores às outras equipas porque o nosso trabalho é de qualidade e temos excelentes treinadores. O Benfica não é um clube onde se formam apenas jogadores mas também um clube onde se formam treinadores”.

"O objectivo principal está conseguido"
Rafael Brito: “Tenho um sentimento de orgulho. Já vou no quarto título mas sempre que ganho um parece ser a primeira vez. Se tenho estes títulos isso deve-se também às equipas a que tenho pertencido, a geração de 2001 e a minha, que é a de 2002, só com muito sacrifício e trabalho é que conseguimos. O objectivo principal está conseguido, agora quando regressarmos ao trabalho vamos redefinir objectivos mas é evidente que gostaríamos de chegar ao fim do campeonato sem derrotas”.
 
FICHA DO JOGO
Jogo no Caixa Futebol Campus, no Seixal
ÁRBITRO: Paulo Raposo (Santarém), auxiliado por Adelino Crespo e Pedro Freire

BENFICA: Samuel Soares; Filipe Cruz (Renato Matos, 70’), Tomás Araújo, Adrian Bajrami, Rafael Rodrigues; Rafael Brito, Ronaldo Camará (Pedro Silva, 66’), Paulo Bernardo; Gerson Sousa, Henrique Pereira (Jeremy Sarmiento, 57’) e Henrique Araújo.  
Treinador: Luís Araújo
BRAGA: Gonçalo Dias; Álvaro Oliveira, Diogo Fonseca, José Pedro, Leonardo Buta; Ricardo Soares, Telmo Neves, Bernardo Couto (Gonçalo Brandão, 61’); João Neto (Lucas Sousa, 61’), Rodrigo Gomes e João Marcelo (Diogo Lages, 70’).
Treinador: Pedro Pires
Ao intervalo: 3-0
Marcadores:  1-0, Tomás Araújo (20’); 2-0, Henrique Pereira (25’); 3-0, Henrique Araújo (33’); 3-1, Telmo Neves (42’); 4-1, Paulo Bernardo (60’); 5-1, Henrique Araújo (68’);
Disciplina: Cartão amarelo para José Pedro (34’), Telmo Neves (75’).

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here