TAÇA AF SETÚBAL»» Futebol distrital está de volta

Competição marca o início da nova época desportiva…

SÃO 31 AS EQUIPAS QUE PARTEM À CONQUISTA DO TROFÉU


Para a segunda fase são apurados os dois primeiros de cada série mais os quatro clubes classificados em terceiro lugar com melhor coeficiente de todas as séries.
A fase de grupos da Taça AF Setúbal “Joaquim José Sousa Marques”, que arrancou com dois jogos antecipados na semana passada, prossegue este domingo com os jogos que encerram a primeira jornada.

Em competição vão estar 31 clubes, 16 da 1.ª Divisão e os restantes da 2.ª Divisão, que foram distribuídos por cinco séries de cinco clubes e uma série de seis. Entre estas, há duas que merecem destaque, a Série “C” por ser constituída totalmente por equipas da 1.ª Divisão e a Série “D” que tem quatro equipas da 2.ª Divisão e apenas uma da primeira.

Esta fase será disputada em cinco jornadas nos dias 8, 15, 22, 29 de Setembro e 5 de Outubro. E, para a segunda fase serão apurados os dois primeiros classificados de cada série mais os quatro clubes classificados em terceiro lugar com melhor coeficiente de todas as séries.


Na Série “A”, onde já se disputou o Alcochetense 3 Quinta do Conde 0, realiza-se apenas um jogo, o Estrela de Santo André – Beira Mar de Almada, duas equipas de escalões diferentes que surgem nesta nova época bastante remodeladas em termos de plantel e uma delas, a alentejana, também com novo treinador.

Na Série “B”, o GD Sesimbra, sob o comando técnico de Pedro Amora, estreia-se oficialmente no Estádio Vila Amália com o Lagameças e o Barreirense, orientado por Rui Fonseca, desloca-se ao Campo António Marques Pequeno para defrontar o Ginásio de Corroios.

Na Série “C, as atenções vão estar concentradas no Campo do Juncal onde o Moitense, agora treinado por David Nogueira, defronta o FC Setúbal, de Mário Leandro. Nesta série, no passado domingo, o Vasco da Gama derrotou o Oriental Dragon, por 1-0.

Na Série “D”, o Almada sob o comando técnico de Rui Cipriano, ex-Ginásio de Corroios, defronta no Pragal o Águas de Moura que manteve grande parte da estrutura da época passada e conta também com alguns reforços. No outro jogo a Juventude Melidense recebe o Samouquense, no Campo do Castelo, com as duas equipas a estrearem também novos treinadores, Luís Chainho e Arsénio Franco, respectivamente.


Na Série “E”, temos um jogo entre duas equipas da 1.ª Divisão, Alfarim – Pescadores da Caparica que assinala a estreia absoluta de Pedro Eugénio (Alfarim) no comando de uma equipa sénior e outro entre equipas da 2.ª Divisão, Monte de Caparica – Quintajense, que apresentam também algumas novidades em termos de jogadores.

Na Série “F”, a única com seis equipas, realizam-se três jogos. Em Santiago do Cacém joga-se um dos clássicos do litoral alentejano entre o União Sport e o Grandolense, com as duas equipas a apresentarem muitas novidades tanto a nível de jogadores como de treinadores e o mesmo se poderá dizer do encontro que se vai disputar no novo Complexo Desportivo do Banheirense que recebe o Brejos de Azeitão. E, por fim, em Alcácer do Sal, defrontam-se duas equipas que bem se conhecem da época anterior, Alcacerense – Seixal.

Share on Google Plus