JUNIORES»» BENFICA 5 SPORTING 2

Equipa leonina ficou a 20 pontos de distância…

ÁGUIAS DEVORAM LEÕES NO DÉRBI 

O Benfica, com a goleada obtida no dérbi, deixou o Sporting a uma distância de 20 pontos na tabela classificativa, numa altura em que faltam disputar apenas quatro jornadas. As águias que têm vindo a dominar a Série Sul seguem invictas com 50 pontos, mais 16 que o Tondela, segundo classificado.

A vitória da equipa orientada por Renato Paiva é inteiramente justa porque foi de facto a melhor em campo apesar da boa réplica dada pelo Sporting que também teve alguns bons momentos e se mostrou sempre inconformado com o rumo dos acontecimentos.

Depois de um período inicial em que cada uma das equipas procurava a sua identidade, o Benfica colocou-se na frente do marcador (6’) através de um remate de Gonçalo Ramos que levou a bola a bater no poste e depois no outro, antes de entrar.


Motivadas pelo golo as águias assumiram o comando do jogo mas numa saída rápida para o ataque os leões conseguiram chegar à igualdade por Félix Correia (16’).

As águias, que praticavam um futebol mais apoiado, em contraste com o Sporting que apostava mais no contra-ataque, acabaram por ver o seu esforço compensado com o segundo golo que seria novamente marcado por Gonçalo Ramos (33’) e foram para o intervalo a vencer por 2-1.

Na 2.ª parte o Sporting entrou melhor e restabeleceu a igualdade por Gonçalo Inácio na sequência de um canto (48’) mas Tiago Araújo, com dois golos de rajada (56’ e 65’), o primeiro dos quais de belo efeito, liquidou por completo as intenções leoninas.

Apesar da desvantagem os leões continuaram a lutar com muita dignidade por um resultado diferente mas as águias acabaram por dar a machadada final com o quinto golo marcado por Francisco Saldanha, já muito perto do fim (86’).


A OPINIÃO DOS TREINADORES...


Renato Paiva (Benfica): “Estivemos muito bem em quase todos os momentos do jogo mas irrita-me sofrer golos de bola parada. O que eu vi neste jogo foi um dérbi de qualidade disputado contra um adversário que está ferido no seu orgulho porque o seu percurso não está a sr o melhor.   

José Lima (Sporting): “O jogo foi equilibrado e o resultado é muito desnivelado para aquilo que se passou em campo, mas tenho que dar os parabéns ao Benfica porque marcou mais golos que nós. Quando fez o 4-2 o jogo ficou definido”.  

 

FICHA DO JOGO

Caixa Futebol Campus, Seixal
ÁRBITRO: Paulo Raposo (Santarém), auxiliado por Adelino Crespo e Pedro Pereira

BENFICA: Carlos Santos; João Ferreira, Gonçalo Loureiro, Pedro Ganchas, Sandro Cruz; Rafael Brito, Francisco Saldanha, Ronaldo Camará; Kevin Csoboth (Jair Tavares, 84’), Tiago Araújo (Ricardo Matos, 75’) e Gonçalo Ramos (Nuno Cunha, 84’).
Treinador: Renato Paiva

SPORTING: Filipe Semedo; Sérgio Velosa, João Goulart (Rodrigo Vaza, 45’), Carlos Silva, Gonçalo Inácio; Bavikson Biai (Bernardo Sousa, 68’), Rodrigo Fernandes, Edmilson Santos; Diogo Brás, Tiago Rodrigues e Félix Correia.
Treinador: José Lima 

Ao intervalo: 2-1

Marcadores: 1-0, Gonçalo Ramos (6’); (15’); 1-1, Félix Correia (16’); 2-1, Gonçalo Ramos (33’); 2-2, Gonçalo Inácio (48’); 3-2, Tiago Araújo (56’); 4-2, Tiago Araújo (65’); 5-2, Francisco Saldanha (86’).

Disciplina: Cartão amarelo para João Ferreira (58’) e Carlos Silva (67’)

Share on Google Plus