NUNO CIRILO»» Desiludido com o resultado e com o palco da final

Deslizes foram fatais…

“COMETEMOS ERROS QUE NÃO SE PODEM COMETER


Nuno Cirilo, treinador do Oriental Dragon, no final do jogo estava descontente porque a sua equipa cometeu erros que foram fatais e depois não teve capacidade para reagir. O treinador orientalista mostrou-se também bastante crítico para com a AF Setúbal pela escolha do campo para a final.  

“O nosso objectivo era claramente a vitória. Ficou comprovado desde o início do jogo que não viemos para defender. Assumimos o jogo e estávamos por cima quando sofremos os golos na sequência de erros que não se podem cometer perante uma equipa de qualidade como é esta do Cova da Piedade. Eles aproveitaram e como é óbvio temos que lhes dar mérito. Mas, tendo em conta o jogo jogado por ambas as equipas, acho que fomos claramente superiores na primeira parte e o Cova da Piedade na segunda”, disse Nuno Cirilo.


“Com uma desvantagem de três golos ao intervalo a equipa sentiu que era difícil dar a volta ao marcador e acabou por ter poucas oportunidades. O resultado aceita-se mas sentimos que é um pouco injusto porque sofremos os três golos quando estávamos por cima no jogo”, realçou o treinador do Oriental Dragon com alguma desilusão.

“Estou desiludido com o resultado mas mais desiludido fiquei quando o presidente da AFS não conseguiu acatar um desabafo de um dos nossos jogadores, relativamente ao campo da final. Não ficámos satisfeitos [e o C. Piedade também não] com a marcação do jogo para este local mas optámos por não dizer nada para não sermos prejudicados. Acho que houve uma grande falta de respeito pelos clubes”, rematou.

Share on Google Plus