OLÍMPICO DO MONTIJO»» Paulo Jorge Bento já não o treinador - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

8 de janeiro de 2020

OLÍMPICO DO MONTIJO»» Paulo Jorge Bento já não o treinador


Entrou com a equipa no penúltimo lugar e deixou-a em 12.º, acima da linha de água…

TREINADOR COLOCOU O SEU LUGAR À DISPOSIÇÃO E RESCINDIU POR MÚTUO ACORDO


O Clube Olímpico do Montijo Futebol, SAD anunciou em nota informativa que “nesta data foi formalizada a rescisão de mútuo acordo com o treinador principal Paulo Bento e seu adjunto Gonçalo Figueiredo”.

Na mesma nota informativa “o Conselho de Administração do Clube Olímpico do Montijo Futebol, SAD agradece ao treinador Paulo Bento e ao Gonçalo Figueiredo a dedicação e empenho nas funções desempenhadas” e deseja-lhes as melhores felicidades e sucessos desportivos”.


Entretanto, nas redes sociais Paulo Jorge Bento adianta que tomou a decisão de colocar o seu lugar à disposição depois do resultado negativo registado na última jornada no jogo que disputou no Estádio Alfredo da Silva com o Desportivo Fabril.

“A SAD resolveu de uma forma correcta e cordial a rescisão por acordo mútuo e saio de consciência tranquila porque o trabalho desenvolvido pela equipa técnica possibilitou sair do penúltimo lugar, com apenas dois pontos após cinco jornadas e zona de despromoção [momento em que assumi a liderança do clube como treinador principal], para o 12.º lugar na tabela classificativa, dois lugares acima da linha de água em zona de manutenção”.


Paulo Jorge Bento considera que “foi um trabalho árduo, desgastante e pressionante, que deu frutos como se pode verificar pela recuperação efectuada na classificação geral” e realça que “sempre tive uma excelente relação com todas as pessoas que trabalham no Olímpico do Montijo”.


E, no momento da despedida agradeceu “a todos os jogadores, funcionários, dirigentes do clube e da SAD, Departamento de Futebol, Posto Médico, rouparia e a todos os adeptos e simpatizantes pela forma cordial e respeitosa como fomos tratados reconhecendo qualidade e competência no trabalho desenvolvido. Deixo também uma palavra de apreço e amizade para os adjuntos que me acompanharam neste desafio, Gonçalo Figueiredo excelente profissional, muito competente, dedicado e muito empenhado; Aguinaldo, treinador de guarda-redes (bom trabalho), bem como ao Guilherme e ao Tábuas, ex-elementos da anterior equipa técnica que continuaram a desenvolver o seu trabalho de forma correcta. Desejo também muito sucesso ao Olímpico do Montijo que ficará para sempre como um clube onde cimentei amigos e bons momentos profissionais e pessoais”.


Post Bottom Ad

Responsive Ads Here