CAMPEONATO DE PORTUGAL»» Olímpico 3 Sacavenense 1 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

20 de janeiro de 2020

CAMPEONATO DE PORTUGAL»» Olímpico 3 Sacavenense 1


Guarda-redes do Olímpico defendeu um penalti…
VITÓRIA EXTREMAMENTE IMPORTANTE PERANTE UM ADVERSÁRIO DIRECTO


O Olímpico do Montijo venceu o Sacavenense por 3-1 mas não teve tarefa fácil, devido às incidências do próprio jogo, e no final até se pode dizer que foi melhor o resultado que a exibição. 

Frente a frente estavam duas equipas que precisavam de pontos para fugirem à zona perigosa, onde já se encontrava a equipa de Sacavém e foi precisamente esta que se adiantou no marcador quando estavam decorridos apenas seis minutos.

Olímpico, surpreendido, tentava reverter a situação mas as coisas não estavam a correr bem mas aos 35 minutos ficou em superioridade numérica e na compensação para o intervalo conseguiu a igualdade com um golo de Hélio Roque.

Na segunda parte, Arreigota, guarda-redes do Olímpico cometeu falta na área e foi expulso, passando as duas equipas a jogar apenas com 10 jogadores. Na conversão do penalti, Bernardo, que havia entrado para o lugar de Arreigota, defendeu e poucos minutos depois, Patrick colocou a equipa montijense em vantagem. 

O Sacavenense ainda tentou reagir mas depois Miguel Pires, com um golo de belo efeito, sentenciou a partida, carimbando assim uma vitória extremamente importante perante um adversário directo.

FICHA DE JOGO

Jogo no Campo da Liberdade, no Montijo
ÁRBITRO: Marcos Brazão (Algarve)


OLÍMPICO: Arreigota; Miguel Pinéu (Bernardo, gr, 56’), Hidélvis, Diogo Branco, Pedro Batista; Marcelo Castro, Hélio Roque, Ruben Ribeiro (Fábio Freire, 68’); Miguel Pires, Patrick (André Gomes, 63’) e Luisinho.
Treinador: David Martins


SACAVENENSE: Tiago Mota; Carlos Bebé (João Monteiro, 68’), Miguel Lopes, Jorge Lopes, Tiago Castelinho (Filipe Novo, 80’); Elsinho, João Job, Diogo Ferreira; Luís Gaspar, Iaquinta (João Hilário, 37’) e Luís Carlos.
Treinador: Rui Gomes

Ao intervalo: 1-1

Marcador: 0-1, Luís Carlos (6’); 1-1, Hélio Roque (45+1’); 2-1, Patrick (62’); 3-1, Miguel Pires (84’).


Disciplina: cartão amarelo para Patrick (35’), Arreigota (53’), Diogo Ferreira (89’), Hélio Roque (89’). Vermelho para Elsinho (35’) e Arreigota (56’).


Post Bottom Ad

Responsive Ads Here