1.ª DIVISÃO DISTRITAL»» ARRENTELA 1 BEIRA MAR DE ALMADA 5

Treinador do Arrentela apresentou o seu pedido de demissão

BEIRA MAR SURPREENDE PELO NÚMERO DE GOLOS MARCADOS


Foi um jogo disputado entre duas equipas à procura de pontos que terminou com um resultado bastante desnivelado. Aos cinco minutos o Beira Mar coloca-se em vantagem por intermédio de Pipo que aproveitou bem uma falha defensiva do Arrentela que procurou responder de imediato passando o jogo a decorrer em toada de parada e resposta e com ambas as equipas a jogarem num sistema idêntico, com dois avançados. Aos 18 minutos surgiu o empate numa boa jogada em que a bola entraria rematada pelo Abreu mas que o estreante David Pombeiro (ex-Paio Pires) confirmou à boca da baliza, até ao intervalo, a mesma toada manteve-se mas o resultado não sofreu alteração até lá, embora a equipa da casa tenha enviado uma bola à trave num livre cobrado a cerca de 30 metros da baliza.

Os primeiros dez minutos da segunda parte foram desastrosos para o Arrentela porque os seus jogadores entraram completamente adormecidos sofrendo três golos quase de rajada. O 2-1, aso 46 minutos, numa perca de bola que originou um contra-ataque rápido do Beira Mar, concluído por José Vitória; o 3-1 num canto directo cobrado por Pipo (51’) e o 4-1 (54’), com um golo raríssimo obtido na sequência de outro canto mas este marcado de forma curta com Barral a dominar e chutar de fora da área como uma bomba fazendo a bola entrar mesmo ao ângulo da baliza do Arrentela.

Após este golo, o Arrentela deixou de pensar na recuperação embora pudesse ter marcado em duas ocasiões, tal como a equipa almadense. Em cima do apito final o Beira Mar ainda conseguiu elevar para 5-1, por Ivo, noutra falha defensiva.

No final vitoria justa mas com números algo exagerados do Beira Mar que foi claramente superior ao Arrentela que deve ter feito a sua exibição menos conseguida na presente época.

O árbitro Mário Quendera, teve uma tarde tranquila.


A OPINIÃO DOS TREINADORES

JOSÉ CARLOS SANTOS, treinador do Arrentela.

“A equipa está a atravessar um mau momento”

Eu que aqui muitas vezes tenho elogiado a atitude, a garra, a ambição e a vontade dos meus jogadores, hoje sou obrigado a exprimir uma opinião bem diferente. Estamos a cometer muitos erros, estamos a deixar de correr e lutar e assim poderá ser muito difícil atingir os nossos objectivos. As muitas lesões não explicam nem desculpam tudo. A equipa está a atravessar um mau momento. Será preciso muita força e muito colectivismo e união para dar a volta por cima. Quem quiser dar tudo e trabalhar consegue ajudar a equipa. Quem não quiser, tem a porta por onde entrou aberta para sair. Mais que ninguém sofro com estes desaires e por achar que não estão reunidas as condições para poder desempenhar o meu trabalho e tentar alcançar o objectivo a que me propus apresentei hoje à direcção do clube o meu pedido de demissão que estou convencido irá ser aceite pelo presidente. Boa arbitragem de um bom árbitro do nosso distrito”.



JOÃO LUÍS, treinador do Beira Mar de Almada:

“Fizemos um jogo interessante e ganhámos”

O Beira Mar entrou bem, teve 25 minutos muito bons e poderia ter resolvido o jogo logo aí mas só conseguimos marcar um golo. Depois, num contra-ataque o Arrentela empatou e teve alguns minutos por cima no jogo mas não criou mais oportunidades até ao intervalo que chegou com a partida igualada a uma bola. Ao intervalo corrigimos o posicionamento do Pipo e do Paulo Pereira e tudo correu bem, porque conseguimos marcar ao contrário do que anteriormente tinha feito. Não jogámos mais nem menos que nos outros jogos, a única diferença foi que desta vez as bolas entraram e quando assim acontecem as coisas melhoram até emocionalmente. Este foi um jogo que teve partes interessantes. Penso que a vitória assenta sobretudo na organização. Fomos uma equipa organizada e concretizadora coisa que até aqui não tinha acontecido. Fizemos um jogo interessante e ganhámos. Foi muito importante, como muito importante vai ser o jogo de Sesimbra que marca o início da segunda volta”.


FICHA DO JOGO

Jogo no Campo da Boa-Hora, em Arrentela
ÁRBITRO: Mário Quendera (Núcleo do Pinhal Novo)

ARRENTELA: Jesus; Samuel, João Gémio, Antunes, Jorge Santos (cap); Brito, Abreu (Mauro, 44), Sanches; Osvaldo, Hélder Leal (Flaviano, 55’) e David Pombeiro, ex- Paio Pires (Nhaga, 83’).
TREINADOR: José Carlos Santos

BEIRA MAR DE ALMADA: Ricardo; Vando (Ricardinho, 45’), Jonas, Louro, Barral; Paulo Pereira, Kanu, Miguel (Bernardo, 75’); José Vitória (João Oliveira, 80’), Pipo e Ivo.
TREINADOR: João Luís

Ao intervalo: 1-1
Marcadores: 0-1, Pipo (5’); 1-1, David Pombeiro (18’), 1-2, José Vitória (46’); 1-3, Pipo (51’); 1-4, Barral (54’); 1-5, Ivo (90+3’)
Share on Google Plus