CAMPEONATO DE PORTUGAL»» Pinhalnovense 1 V. Setúbal 4 - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

domingo, 21 de fevereiro de 2021

CAMPEONATO DE PORTUGAL»» Pinhalnovense 1 V. Setúbal 4

 

 

Pinhalnovense foi a primeira equipa a marcar…


 

VITÓRIA DEIXOU BEM PATENTE NO PINHAL NOVO POR QUE RAZÃO É LÍDER



 


Este era um encontro aguardado com especial interesse porque se defrontavam duas equipas vizinhas, uma que havia vencido todos os jogos disputados em terreno alheio (Vitória de Setúbal) e a outra que estava também invencível no seu reduto, o Pinhalnovense.

 

Consciente das dificuldades que ia encontrar a equipa de Pinhal Novo começou o jogo com algumas cautelas no seu sector mais recuado mas ao mesmo tempo sempre com os olhos postos na baliza contrária. E, foi com esta estratégia que se adiantou no marcador com um golo marcado por Pedro Paz (29’) na cobrança de uma grande penalidade, assinalada a castigar falta de João Valido sobre Miguel Pires.

 

Os setubalenses reagiram e seis minutos depois chegaram ao empate com um golo de Bruno Ventura (35’), assistido por Gonçalo Batista após passe de Zequinha.

 

Resumindo, foi uma primeira parte algo equilibrada mas com sinal mais do Vitória que teve poucas oportunidades, à excepção dos últimos minutos em que os sadinos criaram grandes problemas ao guardião Francisco Pardana, que esteve muito bem.


 

 

Na segunda parte o jogo foi completamente diferente porque o Vitória foi completamente demolidor marcando três golos no espaço de 13 minutos, que deixaram o adversário fora de combate.

 

Aos 47 minutos na sequência de um cruzamento de Nuno Pinto, sesgado à baliza, Francisco Pardana defendeu contra o poste e Kamo Kamo aproveitou o ressalto para desfazer a igualdade.

 

Quatro minutos depois, Nuno Pinto voltou a ser fundamental, na cobrança de um canto colocou a bola na grande área onde apareceu Semedo, em antecipação a Pardana, a cabecear para o fundo da baliza, fazendo o 3-1. O domínio vitoriano era avassalador e pouco depois foi a vez de Zequinha deixar a sua marca no jogo, obtendo o quarto golo da sua equipa.

 

Ricardo Estrelado ainda meteu sangue novo na equipa mas de nada valeu porque o adversário deixou bem patente neste jogo por que razão é o primeiro classificado da Série.

 

Contra factos não há argumentos e esta foi efectivamente uma vitória clara e inequívoca da melhor equipa em campo.   

    

Na próxima jornada o Vitória de Setúbal joga no sábado com o Lusitano de Évora no Estádio do Bonfim e o Pinhalnovense desloca-se à cidade-museu para defrontar no domingo o Juventude, mas antes disso vai ter que viajar até Aljustrel para jogar com a equipa local, quinta-feira, dia 25 de Fevereiro, pelas 20h 30m.

 

 

 

FICHA DO JOGO

 

Jogo no Campo Santos Jorge, em Pinhal Novo

ÁRBITRO: Ricardo Diogo (Beja)

 


PINHALNOVENSE: Francisco Pardana; Luís Lucas (Matheus Xavier, 73’), Marco Gomes, Bruno Jesus, Celso Raposo; Pedro Carneiro (Evandro Roncatto, 60’), Coutinho, Miguel Pires (Shinga, 73’); Flávio Patermeu (João Bandeira, 54’), Scara (João Domingues, 60’) e Pedro Paz.

 

Treinador: Ricardo Estrelado


 


 

V. SETÚBAL: João Valido, Mano, Marcos Raposo (Bruno Almeida, 72’), João Serrão, Nuno Pinto (João Marques, 72’); Semedo (Rodrigo Pereira, 82’), André Sousa (Mendy, 62’), Bruno Ventura; Kamo Kamo, Gonçalo Batista (Bruno Luz, 82’) e Zequinha.

 

Treinador: Alexandre Santana

 

  

 

Ao intervalo: 1-1

 

 

Marcador: 1-0, Pedro Paz (29’) gp; 1-1, Bruno Ventura (35’); 1-2, Kamo Kamo (47’); 1-3, Semedo (51’); 1-4, Zequinha (58’)

 

 

Disciplina: cartão amarelo para Marcos Raposo (17’), André Sousa (30’), Semedo (31’), Marco Gomes (49’).

loading...

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here