FC SETÚBAL»» Apelo à verdade desportiva e ao fair play - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

FC SETÚBAL»» Apelo à verdade desportiva e ao fair play

 


Mário Leandro presidente do FC Setúbal…

 


“A VERDADE DESPORTIVA DEVE SER COLOCADA EM PRÁTICA E DEVIDAMENTE REGULAMENTADA”

 


Se o campeonato prosseguir, as regras têm que ficar bem definidas, não pode haver clubes com mais jogos que outros”, refere o dirigente sadino

 

 


“Somos apologistas da verdade desportiva. Por isso, entendemos que em primeiro lugar se deve acertar o calendário e depois quando joga um, jogam todos. Ou seja, se houver um jogo que tiver de ser adiado devido à pandemia, toda a jornada deverá ser adiada. Não pode haver favorecidos, nem desfavorecidos. Havendo equipas com maior número de jogos que outras, não pode haver campeão. Temos que fazer contas. Se entre Março de 2020 e Março de 2021 há equipas que fizeram um, dois ou três jogos, como é que agora entre Abril e Junho querem fazer doze, treze ou catorze jogos”, é desta forma que Mário Leandro, presidente e treinador do FC Setúbal, entende que deve ser feita a retoma dos campeonatos distritais de futebol se houver condições para isso.




“Não sei se vai haver ou não condições para prosseguir com o campeonato (em minha opinião não haverá) mas também não havia condições para começar e começaram. Tenho a certeza que vão forçar para haver campeonato mas neste caso seria bom que a AF Setúbal colocasse uma regra que privilegiasse a verdade desportiva e o fair-play, para haver respeito por cada um”, referiu o responsável pelo clube setubalense.


“Casos de covid vão continuar a existir e até há clubes que podem jogar com atletas infectados sem saber, o facto de não terem febre mas quer dizer que não estejam infectados. Reafirmo, a verdade desportiva deve ser colocada em prática e isso deve ficar devidamente regulamentado antes de prosseguir, cada jornada tem oito jogos, portanto não se podem realizar cinco ou seis e deixar os restantes por realizar”, realçou Mário Leandro que considera ser necessário um prazo de três semanas para as equipas se prepararem; duas para cuidar do aspecto físico dos jogadores e uma para preparar o jogo.



O campeonato está suspenso até ao dia 14 de Março e no dia seguinte haverá uma reunião com os clubes para avaliar a situação. Mário Leandro fez questão de salientar que “se o campeonato prosseguir, as regras têm que ficar bem definidas, não pode haver clubes com mais jogos que outros, isto não é nenhuma brincadeira. Estou convicto que a AF Setúbal vai encontrar um consenso mas todos têm que ter os mesmos jogos para ver quem sobe e quem desce e isso só pode acontecer se jogarem todos ao mesmo tempo. O que se passou nas primeiras jornadas foi um desastre, não pode voltar a acontecer”.


Sobre a sua equipa, o presidente e treinador do clube setubalense adiantou que “este ano temos uma equipa extraordinária. Perdemos os dois primeiros jogos porque estávamos com problemas na baliza. Fiquei surpreendido com os miúdos que vieram, temos uma equipa bastante guerreira e unida, não há dinheiro que pague isso, e jogamos sempre para ganhar. É evidente que não temos a estrutura que outros têm mas a nossa intenção é sempre a mesma”. E a finalizar rematou: “O FC Setúbal entra no campeonato para subir mas não joga sozinho”.    

loading...

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here