AMORA»» Está sem jogar há três jornadas consecutivas - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

terça-feira, 19 de janeiro de 2021

AMORA»» Está sem jogar há três jornadas consecutivas

 

                                                                                                                                     

Pandemia causa transtornos…

 

O ÚLTIMO JOGO FOI REALIZADO NO DIA 23 DE DEZEMBRO

 

Equipa da Medideira, que viu os jogos das três últimas jornadas serem adiados, vai ter um calendário muito apertado até ao final de Fevereiro

 

 



O Campeonato de Portugal está a decorrer de forma atípica e até mesmo envolto em alguma polémica devido a algumas decisões que foram tomadas pelas entidades que estão a gerir a situação relacionada com a pandemia de covid-19.

 

O caso da desistência das equipas da Madeira (à excepção do Marítimo) que não sofrem qualquer tipo de punição e têm lugar garantido na competição da próxima época está a gerar algum descontentamento noutros clubes que reclamam o mesmo tratamento, sendo um deles o Brito Sport Clube que já comunicou a sua vontade num documento enviado à Associação de Futebol de Braga.

 

Outra questão que preocupa os clubes são os constantes adiamentos causados pelos casos de covid-19 que vão surgindo em diversos clubes e que origina que uns tenham mais jogos disputados que outros.


 

Gerir a situação não é fácil mas que existe descontentamento é um facto. Veja-se, por exemplo, o que acontece nas Séries G e H, onde participam as equipas da nossa região.

 

Na Série G o Desportivo Fabril é o clube mais penalizado com três jogos em atraso, o Fabril – Rabo de Peixe (4.ª feira, dia 20 às 15 horas) da 9.ª jornada; o Fabril – Sp. Ideal (3 de Fevereiro) da 11.ª jornada e o Fabril – Fontinhas (28 de Março) da 9.ª jornada.

 

Na Série H, em pior situação está o Amora que tem quatro jogos por realizar e um calendário muito apertado até ao final do mês de Fevereiro porque para além dos compromissos semanais tem que cumprir os quatro jogos que tem em atraso. Amora – Moncaparachense no dia 27 de Janeiro, às 20 horas, no Campo do Serrado (da 11.ª jornada), Juventude de Évora – Amora no dia 11 de Fevereiro, às 21 horas, no Campo Sanches de Miranda (10.ª jornada), Aljustrelense – Amora a 17 de Fevereiro, às 20 horas, no Estádio Municipal de Aljustrel (8.ª jornada) e Amora – Esperança de Lagos, a 24 de Fevereiro, às 15 horas, no Campo do Serrado (12.ª jornada).  


 

No caso do Amora, a preocupação é grande porque a equipa está sem competir desde o dia 23 de Dezembro, quando defrontou o Louletano, num jogo que também estava em atraso. Quer isto dizer que a equipa treinada de Bruno Dias ainda não jogou neste ano de 2021porque viu as três últimas jornadas (10.ª, 11.ª e 12.ª) serem todas adiadas devido a casos de covid e aparece na classificação geral em quinto lugar com 14 pontos.

 


Apesar de não competir, a equipa tem vindo a trabalhar na tentativa de se apresentar nas melhores condições possíveis no regresso que vai acontecer, se não surgir nenhum imprevisto, no próximo domingo no Estádio José Arcanjo, em Olhão.

 


Reforço chega do Fluminense

 

Entretanto, para os azuis da Medideira (que estão com problemas no seu relvado) acaba de chegar mais um reforço, neste caso vindo do Brasil, directamente do Fluminense onde jogava na equipa de Sub-23. Trata-se de Gabriel Pereira Minas, também conhecido por Capixaba, um jovem de 22 anos, que actua na posição de extremo, preferencialmente do lado esquerdo. 


loading...

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here