CAMPEONATO DE PORTUGAL»» Clubes da Madeira não jogam mais esta época - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

quinta-feira, 7 de janeiro de 2021

CAMPEONATO DE PORTUGAL»» Clubes da Madeira não jogam mais esta época

 

 

Marítimo B e a excepção…

 

 

DECISÃO TOMADA APÓS REUNIÃO ENTRE FPF, GOVERNO DA MADEIRA E CLUBES

 

 

U. Madeira, Câmara de Lobos e Camacha não jogam mais esta época mas não descem de divisão e os resultados dos jogos já disputados são todos anulados

 



AD Camacha (Série B), Câmara de Lobos (Série C) e União da Madeira (Série C) não vão voltar a jogar no Campeonato de Portugal esta temporada. A decisão ainda terá de ser validada pela direcção da Federação Portuguesa de Futebol na próxima semana, mas foi consensual e chegou depois de uma reunião entre Fernando Gomes, líder da FPF, João Carvalho, Secretário Regional responsável pela tutela do Desporto da Região Autónoma da Madeira, Rui Marote, presidente da AF Madeira e os líderes dos quatro clubes madeirenses que participam no terceiro escalão.


Como o organismo federativo informa em comunicado, o objectivo da reunião era perceber de que maneira se podia articular a participação das equipas madeirenses, tendo em conta a proibição decretada pelo Governo Regional da Madeira, que impede jogos que não sejam profissionais. A FPF procurou uma solução até ao fim, mas só o Marítimo B (Série C) vai continuar a competir, por ter uma estrutura profissional que irá permitir deslocações para o continente para acertar calendário.



Diga-se que os três clubes que 'desistem' da prova ficam obrigados a cumprir com todas as obrigações contratuais com os jogadores e equipas técnicas, incluindo aceitar possíveis transferências caso essa seja a vontade dos jogadores. De resto, nota importante para o facto de ficar garantida a participação na próxima edição do Campeonato de Portugal. Ou seja: não jogam mais, mas não são punidos nem descem, tendo em conta a natureza do caso. Além disso, os resultados dos jogos já disputados são todos anulados.




Leia o comunicado na íntegra


"O Presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, reuniu na manhã de hoje, 7 de Janeiro, com o Secretário Regional responsável pela tutela do Desporto da Região Autónoma da Madeira, Jorge Carvalho, o Presidente da Associação de Futebol da Madeira, Rui Marote e com os presidentes dos 4 clubes madeirenses que participam no Campeonato de Portugal 2020/2021.




O objectivo da reunião foi o de avaliar o impasse causado pela proibição decretada pelo Governo Regional da Madeira de participação desses clubes na competição a decorrer.



Após uma partilha de soluções possíveis foi consensualizada entre todos os participantes a seguinte decisão, que terá de ser validada pela Direcção da FPF, que reunirá na próxima semana:



- O Marítimo B (Série C), constituindo uma situação de excepção, uma vez que os seus atletas são todos profissionais e a sua equipa continua inscrita na Liga Portuguesa de Futebol Profissional, irá articular com a FPF a sua deslocação para o Continente, para recuperar os jogos em atraso e prosseguir em prova;




- O Governo Regional da Madeira autoriza e viabiliza esta solução;



- Os restantes três clubes, AD Camacha (Série B), CSD Câmara de Lobos e CF União Madeira Sad (Série C), desistem de participar no Campeonato de Portugal, uma vez que dado o facto de a imensa maioria dos seus atletas serem amadores, não poderão mover o seu plantel para o Continente;



- Esta desistência será enquadrada pela Direcção da FPF no âmbito regulamentar como excepcional, criando condições para que as três equipas possam regressar ao Campeonato de Portugal na época desportiva 2021/2022 em forma a divulgar pela FPF em tempo oportuno;



- Sem prejuízo, as equipas que agora desistem serão colocadas nos últimos lugares das séries em que estão incluídos, ocupando, por isso, cada uma delas, um dos quatro lugares de descida que estão previstos;



- Na mesma reunião o Governo Regional da Madeira assumiu o compromisso de não prejudicar, de nenhuma forma, as equipas que agora desistem do Campeonato de Portugal;



- Os clubes que agora desistem do Campeonato de Portugal comprometem-se a cumprir as obrigações com jogadores e treinadores, incluindo a permissão de que possam transferir-se para outros clubes, nos casos em que essa situação seja da vontade dos atletas;



- Nestes termos será proposto também na reunião de direcção da FPF, que os resultados alcançados pelas equipas que agora desistem da competição, sejam anulados, garantindo desta forma a integridade desportiva da prova."

loading...

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here